Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Brasil e Mundo

Cinegrafista Santiago Andrade, atingido por rojão, tem morte cerebral

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou a morte cerebral do cinegrafista da TV Band, Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos na manhã desta segunda-feira, 10. Ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Souza Aguiar, no centro, com afundamento de crânio.

Ele estava em coma induzido desde que foi atingido por um rojão de vara na cabeça, durante protesto na quinta-feira, 06. No mesmo dia, Andrade passou por uma neurocirurgia para estancar o sangramento e estabilizar a pressão intracraniana. Além do afundamento de crânio ele perdeu parte da orelha esquerda.

Comentários

5 respostas para “Cinegrafista Santiago Andrade, atingido por rojão, tem morte cerebral”

  1. Já deu, né? Os atos de vandalismo e bandidagem dos revoltadinhos de denominados “black bloc” já encheu nossa paciência. O direito de manifestação e protesto é sagrado e deve ser, além de respeitado, garantido. Mas o oportunismo de moleques mascarados, bandidos covardes que escondem o rosto e desvirtuam as manifestações, deve ser coibido de vez. Chega de baderna disfarçada de reivindicação social. Que as autoridades ajam com rigor, garantindo o direito e a segurança dos verdadeiros manifestantes e dos demais cidadãos, e colocando na cadeia quem sai às ruas com a cara encoberta disposto a esculhambar com tudo. Chega !

Deixe uma resposta


− 1 = sete

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.