Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

760 veículos serão leiloados em Uberlândia

Do total, 614 são motocicletas, das quais 293 estão classificadas como recuperáveis e 321 como sucatas

Setecentos e sessenta veículos apreendidos em Uberlândia serão levados a leilão nesta sexta-feira (27) e sábado (28). Do total, 614 são motocicletas, das quais 293 estão classificadas como recuperáveis e 321 como sucatas. O restante, 146, são automóveis, sendo 45 recuperáveis e 100 sucatas. O lote contempla ainda uma carretinha de reboque.

Os lotes serão divididos e os pregões acontecerão em dois dias, com horário de início marcado sempre para a partir das 9h30.

Os veículos que vão a leilão estarão à disposição para observação e avaliação nas dependências da empresa leiloeira, a Leilões Brasil Uberlândia, amanhã (25) e na quinta-feira (26), das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

Nos dias dos pregões, quem chegar mais cedo, a partir da 8h, poderá também conferir os veículos até as 9h30, horário em que começa o leilão e momento a partir do qual a frota é isolada do público por questões de regra e segurança.

Os valores dos veículos que vão à leilão variam entre R$ 5 e R$ 10 mil, o lance mínimo.

Além a vistoria presencial, os veículos, condições dos mesmos e mais os valores iniciais de cada um poderão ser conferidos também no site Leilões Brasil Uberlândia, meio pelo qual também é possível participar do leilão via internet.

Atualmente, o pátio da Sitran tem sob a sua guarda cerca de 13 mil veículos, entre motos, carros, caminhões e ônibus, e outros mais. Essa quantidade representa aproximadamente cerca de 30% a mais da capacidade máxima de guarda do pátio, que é em média de 10 mil veículos.

O pátio da Leilões Brasil fica na Rodovia BR 050, Km 78, nº 9.001 (saída para Uberaba, à direita do viaduto do cruzamento da Av. João Naves de Ávila com a 050).

Comentários

4 respostas para “760 veículos serão leiloados em Uberlândia”

  1. Há anos não fazem concursos para leiloeiros oficiais no Estado, conforme a lei. Os leiloeiros atuais foram substituidos por empresas tercerizadas, uma grande burrice do estado de Minas Gerais, que reclama tanto da dívida interna e da falta de recursos.

  2. A burocracia impede a agilidade nesse processo de venda de carros apreendidos. Esperam primeiro o veículo deteriorar, para depois por no mercado a preços irrisórios, que não pagam nem a dívida devida de impostos. Uma piada de mal gosto esses leilões, garantia da eterna corrupção…

  3. pelooooooooooooo amoooooooooooooor de DEUS jornal correio, façam uma materia e chame a policia militar e os agentes de transito para orientar, educar e multar uma grande maioria de motoristas de uberlandia que só andam do lado esquerdo da via; eles andam uns 7 kilometros ou muito mais só do lado esquerdo; exemplo: descem a floriano peixoto começando na BR-050, do lado esquerdo e só vao virar a esquerda na joao naves de avila, e ainda ficam nervosos se alguem falar. meu pai do céu.

Deixe uma resposta


sete + = 12

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.