menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Algar lança projeto de inovações tecnológicas Cidade Conectada

A Algar Telecom lançou, na manhã desta quarta-feira (14), no bairro Granja Marileusa, zona leste de Uberlândia, o projeto Cidade Conectada. A iniciativa pretende desenvolver e implementar, com parceiros públicos e privados, novas ferramentas tecnológicas para eliminar problemas cotidianos vividos nas cidades. No lançamento, que teve a presença dos presidentes executivo do Grupo Algar, Luiz Alexandre Garcia, e do Conselho de Administração da Algar, Luiz Alberto Garcia, foram apresentados seis protótipos já prontos para ser aplicadas em qualquer local do País.

Os protótipos foram criados por intermédio da Algar e vários desenvolvedores parceiros, como a multinacional finlandesa Nokia. Três das tecnologias já estão instaladas no Granja Marileusa como demonstração.

Luiz Alexandre e Luiz Alberto Garcia no lançamento do projeto Cidade Conectada (Foto: Cleiton Borges)

Luiz Alexandre Garcia e Luiz Alberto Garcia no lançamento do projeto Cidade Conectada (Foto: Cleiton Borges)

Entre as ferramentas, está o Easybus, um sistema que verifica e reporta em tempo real a rota e a lotação de ônibus coletivos, o que otimizaria o sistema de transporte. Outras propostas focam na sustentabilidade. Os E-pontos, por exemplo, são lixeiras com inteligência artificial que quantificam o lixo jogado por cada pessoa. Esta lixeira transforma o resíduo em pontos, que poderão ser trocados por prêmios, como incentivo ao descarte correto.

A ideia é que estas novas tecnologias despertem o interesse tanto de investidores quanto de entes públicos. “É uma vitrine para eles pensarem soluções digitais para as suas cidades e cidadãos, por meio de melhores serviços, informações e mais conveniência. Já o agente público terá mais transparência, eficiência e economia dos gastos”, disse o presidente da Algar Telecom, Jean Borges.

Além dos exemplares lançados oficialmente, outros dois devem ser apresentados em janeiro de 2017. Conforme Borges, há uma expectativa de rápida adesão dos serviços em várias regiões do País. “Sobretudo em Uberlândia, que sempre foi uma cidade reconhecida por pensar à frente de seu tempo”, disse.

Secretário diz que protótipos podem ser aplicados

Entre várias personalidades políticas e empresariais, o lançamento do projeto Cidade Conectada, feito pela Algar Telecom, contou com a presença do secretário de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, André Muller Borges. Para ele, todos os protótipos que objetivam eliminar problemas cotidianos vividos nas cidades podem ser aplicados.

Secretário de Telecomunicações André Muller Borges participou do lançamento do Cidade Conectada (Foto: Cleiton Borges)

Secretário de Telecomunicações André Muller Borges participou do lançamento do Cidade Conectada (Foto: Cleiton Borges)

“Esse tipo de iniciativa é a força motriz do desenvolvimento e da criação. Existem programas que nós (Governo Federal) desenvolvemos que visam até incentivar essas iniciativas. Mas o que vimos aqui, hoje, está à frente da política pública que estamos promovendo”, afirmou o secretário.

Protótipos lançados

Easybus: Sistema digital embarcado nos ônibus que verifica e reporta em tempo real o fluxo de passageiros nos veículos públicos, por meio de tecnologias de vídeo analysis. É possível prever a necessidade de transferir, em momentos de grande lotação, ônibus de outras linhas que estejam mais vazias para atender melhor a população.

Protótipo Easy bus (Foto: Cleiton Borges)

Protótipo Easy bus (Foto: Cleiton Borges)

City Totem (parceria com Nokia e C.E.S.A.R.): Totem fixo instalado em pontos públicos da cidade que possuem objetivo de oferecer interface de acesso entre o cidadão e a cidade. As funcionalidades são chamadas de atendimento, publicidade dinâmica e estática, vitrine virtual de produtos, entre outras.

City totem (Foto: Cleiton Borges)

City totem (Foto: Cleiton Borges)

My ID (parceria com Nokia e C.E.S.A.R): Sistema que permite a identificação das pessoas por meio de smartphones, wereables e tags (NFC ou RFID) tendo como principal característica o reconhecimento das pessoas, independentemente do gadget utilizado. A identificação também poderá ser utilizada para pagamento de compras e acesso a locais como edifícios comerciais e hospitais, por exemplo.

IoT Maker (parceria com Ioton): Ferramenta que reúne aplicações e serviços de telecomunicações (chips, mensagens, dados, voz, etc), além de ferramentas de desenvolvimento para que empresas e pessoas compartilhem soluções inteligentes para as cidades. As aplicações estarão disponíveis em um ambiente virtual denominado Market Place.

IOT Marker (Foto: Cleiton Borges)

IOT Marker (Foto: Cleiton Borges)

E-pontos (parceria com New360 e Fabrimax): São lixeiras para coleta de resíduos tecnológicos, que possuem sensores que medem o volume de lixo descartado e o espaço restante na lixeira. O lixo descartado dará pontos para a pessoa que o descartar. Essa pontuação pode ser convertida em prêmios.

Centro de Controle do Bairro Conectado: Esse ambiente é focado na gestão estratégica e operacional de todas as inovações que serão instaladas nas ruas do bairro Granja Marileusa. O sistema torna o desenvolvimento de aplicações para a internet acessível para empresas e órgãos do governo, sem necessidade de alta infraestrutura.

Protótipos que serão lançados em janeiro

Bueiros inteligentes (parceria com Promon Logicalis): Bueiros que utilizam tecnologia M2M e Ultrassônico, compostos por ecofiltro (cesta) que se encaixa aos bueiros já existentes. Será monitorado o volume de resíduos retidos. O bueiro também cruza a informação do volume com a previsão do tempo e um sensor de ambiente.

Bueiro inteligente (Foto: Cleiton Borges)

Bueiro inteligente (Foto: Cleiton Borges)

Balão de conectividade (parceria com PromonLogicalis): A solução permite levar conectividade a regiões ermas, com pouco acesso pelos meios convencionais, ao replicar e expandir o alcance de conexões via fibra, redes celulares ou PLC. O balão tem Wi-Fi e Lora, permitindo a cobertura de grandes áreas.

Balão da conectividade (Foto: Cleiton Borges)

Balão da conectividade (Foto: Cleiton Borges)

Comentários

3 Responses to “Algar lança projeto de inovações tecnológicas Cidade Conectada”

  1. EXEMPLO DE CONEXÃO
    É o jornal correio foi lançado a aproximadamente 80 anos atras ,é ele manteve a cidade conectada desde os velhos tempos com seu jeito de ser com uma postura alinhada , e imparcial , com um bom nivel de respeito mutuo que condiz com esta uberândia que é admirada por seus habitantes, e por seu visitantes , faz parte da cultura e da história da cidade , exemplo de comunicação, didática , incentivo a leitura , mais com uma decisão brusca , deixa de existir, depois de ter insistido na sua função, como informante,tentando resgatar o poder da leitura , parece não ter revogação esta decisão sobre seu fim , não tem como configurar uberlândia por completo, sem um jornal impresso,e tambem digital.

  2. inovações são bem vindas…..mas bueiro inteligente?!?!?!?! sério isto?!?!?!?! só por causa da falta de educação e civilidade do povo da cidade? creio que esta comodidade vai virar mais uma justificativa para o zé povim………continuar zé povim jogando lixo no chão! este é um paliativo que não contribui para acabar com a causa do problema……falta de civilidade praticada por um povo ignorante…………..

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.