Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Bairros Martins, Bom Jesus e Osvaldo vão receber a Coleta Seletiva

Previsão é que até abril o projeto se consolide nesses locais

Os bairros Martins, Bom Jesus e Osvaldo Rezende vão receber a Coleta Seletiva da Prefeitura de Uberlândia. Os moradores dos respectivos bairros já estão recebendo orientações dos servidores da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

A previsão é que até abril o projeto se consolide nesses locais. Antes da coleta se efetivar, em uma nova região, a Secretaria realiza visitas de casa em casa para explicar o funcionamento aos moradores.

Em determinados dias da semana, um ecocaminhão passa pelas ruas para recolher os materiais separados (papel, plástico, vidro e metal), conhecidos como lixo seco.

Para ser diferenciado da coleta comum, o veículo é plotado com a logomarca da coleta seletiva e emite uma sonorização peculiar. Dessa maneira, os moradores sabem que o caminhão está passando próximo à residência e colocam o saco com os materiais recicláveis na lixeira.

Ao todo, 13 bairros já consolidaram a Coleta Seletiva. São eles, Centro, Daniel Fonseca, Dona Zulmira, Fundinho, Luizote de Freitas, Mansour, Nosso Lar, Jardim Patrícia, Roosevelt, Santa Mônica, Segismundo Pereira, Tibery e Tabajaras.

Todo o lixo recolhido durante a operação será encaminhado às entidades parceiras da prefeitura na reciclagem de lixo: Associação dos Recicladores e Catadores Autônomos de Uberlândia (Arca), Cooperativa dos Recicladores de Uberlândia (Coru) e Associação dos Coletores de Plástico, Pets, PVC e Outros Materiais Recicláveis (Acopppmar).

“A proposta é facilitar a separação e a destinação do material para reciclagem. O projeto consolida o sistema municipal de gerenciamento de resíduos, formado por outros projetos como o Cidade Limpa e os Ecopontos”, afirmou o secretário municipal de Serviços Urbanos, Wilmar Ferreira.

Comentários

5 respostas para “Bairros Martins, Bom Jesus e Osvaldo vão receber a Coleta Seletiva”

  1. O projeto é bom, porém a imprensa não notifica que já nasceu privatizado, ou seja: ocorreu a apropriação por parte da Limperbrás que recolhe e entrega as cooperativas. O ideal é que toda cadeia da coleta seletiva fosse das cooperativas, assim o catador teria melhor renda, contudo essa gestão adora concentrar renda. Isso tá com os dis contados.

  2. Fizeram 03 ecopontos e semearam propaganda por toda banda. O que mais tem nessa cidade é queimada e lixões, muitos em áreas de proteção ambiental. É só dar uma voltinha longe dos condomínios fechados e das áreas nobres, lixinhos e lixões por todo lado. Minas um estado propaganda, Uberlândia não podia ser diferente, mesmo grupo a séculos.

  3. PODIA IR EM UNS BAIRROS MAIS PERIFERICOS ONDE OS MORADORES SAO VERDADEIROS PORCOS E JOGAM LIXO EM QUALQUER LUGAR.
    QUEM SABE ASSIM NAO APRENDERIAM PELO MENOS JOGAR LIXO NO LIXO, E DEPOIS A REALIZAR COLETA SELETIVA.

Deixe uma resposta


seis + 8 =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.