Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Botijão de gás custa R$ 45

Aumento real é de 7% por botijão e já está valendo

O preço do botijão de gás de cozinha está 7% maior desde hoje (14), em algumas revendedoras de Uberlândia. Com o aumento de R$ 3, o botijão de 13 quilos passou de R$ 42 para R$ 45. Até o fim deste mês, o reajuste deve ser real em todas as revendedoras, já que algumas têm produtos em estoque, adquirido com o preço anterior.

De acordo com o revendedor Flávio Ferreira, dono de um depósito de gás no bairro Tibery, zona leste da cidade, a justificativa das distribuidoras para o reajuste foi baseada no aumento do combustível para o transporte dos botijões e nos dissídios coletivos dos funcionários. “Em outubro houve aumento de salário do pessoal das distribuidoras e este mês dos funcionários das revendedoras. Seguramos o valor até agora, mas não tem jeito, tivemos que repassar ao consumidor”, disse.

O empresário Márcio Aparecido de Sousa, dono de um restaurante no centro da cidade, é diretamente afetado pelo aumento. Hoje, o restaurante serve aproximadamente 500 refeições por turno e gasta cerca de 150 kg de gás por mês, o equivalente a 80 botijões de 13 quilos por mês. Um aumento efetivo de R$ 240 mensais.

“Não trabalho sem o gás e por mais que ele represente cerca de 3% do meu custo operacional, o reajuste acaba prejudicando. Na verdade este aumento não vem sozinho, é seguido por outros, tudo em virtude do reajuste do salário mínimo, um efeito em cadeia que pesa”, disse o empresário.

Aumento em cadeia

O reajuste de R$ 3 no preço do botijão de gás de 13 kg deve gerar reflexo nos setores que dependem da matéria-prima para a produção.

No caso dos restaurantes, o valor da refeição pode sofrer acréscimos nos próximos dias. “Mais cedo ou mais tarde a gente tem que repassar para o consumidor. Não repassamos de imediato por uma pressão de mercado, para isso, reduzimos a margem de lucro. Mas chega uma hora que não dá, temos que aumentar e ver o que acontece”, disse o empresário Márcio Aparecido de Sousa.

Comentários

3 respostas para “Botijão de gás custa R$ 45”

Deixe uma resposta


quatro + 5 =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.