Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

25/12/2011 18:43

Chuva forte causa estragos em Uberlândia neste domingo

Jornalista

Na rua Manoel dos Santos esquina com a rua João XXIII, o asfalto foi arrancado

Pouco mais de uma hora de tempestade, com ventos que atingiram 45 km/h, deixou rastros de destruição em Uberlândia, neste domingo (25), e o caos em diversos pontos da cidade em pleno Natal. Árvores caíram, carros foram inundados, o trânsito ficou congestionado e pelo menos 15 casas tiveram muros derrubados e foram invadidas pela água, sendo que uma delas desabou, no bairro Morada da Colina, zona sul da cidade. Apesar dos estragos materiais e estruturais, apenas uma vítima com escoriações foi confirmada.

Ontem, entre 18h30 e 19h30, o pluviômetro do Instituto de Climatologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no bairro Cidade Jardim, excedeu o limite, o que significa que choveu mais de 150 milímetros (150 litros por metro quadrado). Esta quantidade de chuva foi a mesma registrada durante todo o mês de abril, quando se encerra o período mais chuvoso do ano. Na Estação Climatológica do Campus Santa Mônica foram registrados 44 milímetros de chuva, entre 18h e 21h, 1 mm a menos que o volume verificado no dia 30 de outubro, quando uma forte chuva arrastou carros na avenida Getúlio Vargas.

De acordo com a Defesa Civil, os bairros mais afetados pela tempestade foram Cidade Jardim, Morada da Colina, Tubalina, Jaraguá, Santa Maria, Saraiva, Jardim Botânico e Grande São Jorge.

Na avenida Aspirante Mega, bairro Jaraguá, zona oeste, uma árvore caiu na pista e interditou o trânsito. Os bombeiros tiveram que usar a serra elétrica para retirá-la do local. Já na avenida Afrânio Rodrigues, bairro Tabajaras, setor central, uma palmeira imperial caiu na pista e rompeu a fiação de energia.

Quanto ao trânsito, a avenida Getúlio Vargas e as vias nas proximidades do Parque Linear do rio Uberabinha, que foi inundado, foram os locais mais afetados. O mototaxista Laerte Júnior, 23, estava em um VW Gol, quando tentou passar por baixo do viaduto, sob a Getúlio Vargas. Durante a tentativa, ele teve o veículo invadido pela água e precisou sair do carro pela janela. “Achei que daria para passar, mas quando entrei fui surpreendido”, disse.

Ainda na noite de ontem, o motorista de um GM Monza perdeu o controle do veículo na avenida José Andraus Gassani e bateu em um poste. Ele ia sentido anel viário e estava com outras duas pessoas no carro. A mulher e os dois homens foram levados à UAI Roosevelt e não correm risco de morte.

Tempestade derrubou casa

Uma jovem ficou presa em um quarto, tendo que ser socorrida e encaminhada ao hospital

Das 15 casas que tiveram muros derrubados e foram invadidas pela água durante a tempestade registrada no fim da tarde de ontem, em Uberlândia, uma delas foi mais afetada e desabou. O imóvel que fica na rua Maria da Conceição de Andrade com fundo para a Avenida Ipanema, no bairro Morada da Colina, zona sul da cidade, ficou completamente destruído e uma jovem ficou presa em um quarto, tendo que ser socorrida e encaminhada ao hospital.

De acordo com o coordenador técnico da Defesa Civil, João Batista Afonso, “o volume de água foi muito grande, o que causou os estragos”.

Segundo o professor Paulo César Mendes, do Instituto de Climatologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), há previsão de chuva para toda esta semana. “É importante que as pessoas fiquem atentas, pois a previsão é de chuva forte, principalmente para hoje”, afirmou.

Outdoor ficou danificado com a forte chuva

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a previsão é que a semana comece com chuva. A probabilidade de chover amanhã (26) é de 90%. Já a temperatura deve ficar entre 20ºC e 28ºC.

Pelo Twitter, o internauta Eslon Bueno Chagas informou que, no bairro Santa Maria, casas foram inundadas e carros levados pela enxurrada. Na rua Manoel dos Santos esquina com a rua João XXIII, o asfalto foi arrancado.

Veja a galeria de fotos dos estragos causados pela chuva em Uberlândia.

Assista ao vídeo enviado pelo internauta Eduardo EVR, da chuva na rua Manoel dos Santos cruzamento com avenida Alexandre Ribeiro Guimarães, no bairro Santa Maria:

Get the Flash Player to see the wordTube Media Player.

E no cruzamento da rua Manoel dos Santos com rua João XXIII:

Get the Flash Player to see the wordTube Media Player.

Se você registrou algum alagamento em Uberlândia, envie para nosso site: correioweb@correiodeuberlandia.com.br

Comentários (10)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Patricia disse:25/12/11 18:57

    Na Av. Afranio Rodrigues da Cunha, ambos sentidos tinham arvores caídas. Na Rondom Pachecho, vi uma arvore que foi arrancada pela raiz. Loucura a chuva veio de repente, quando vi tive que parar o carro, nao conseguia enxergar um palmo adiante.

    Responder
  2. rouxane disse:26/12/11 0:16

    Isso porque a chuva durou 15 minutos , se fosse 3 horas de chuva adeus Uberlândia…………

    Responder
    • jose andrade disse:26/12/11 15:13

      15 minutos??? Aqui, na chamada zona sul, foram mais de 2 horas.

      Responder
  3. Renata disse:26/12/11 6:13

    Eu tinha acabado de entrar para dentro de casa, e meus filhos quizeram ficar para traz com os primos, quando o rio uberabina começou a subir, o carro deles estavam passando para ir av. Silvio Rugani subindo sentido bairro Tubalina, ficaram loucos, vendo a água a um palmo pra entrar pelo porta malas. Graças a Deus na hora que alagou a passagem já estavam estacionados no alto na porta, mesmo assim não tiveram como entrar, pois não se enxergava mais nada…

    Responder
  4. Marcelo disse:26/12/11 11:29

    Isso é tromba d’água.

    Responder
  5. Leandro disse:26/12/11 11:53

    ja se tem mapeado os locais de alagamento, ja faz varios anos que sofremos com estas chuvas. Até quando vamos ver pessoas ilhadas, até quando vamos ver familias pais e mães com seus filhos em veiculos presos a merce das chuvas, será que que tem que ocorrer alguma tragédia.
    Não adianta só a PM e o Bombeiro agir quando a calamidade ja ocorreu.
    Onde está as obras de prevenção

    Responder
  6. severo gomes disse:26/12/11 14:17

    O homem constrói onde não deve,impermeabiliza áreas que antes eram florestas, infelizmente estamos colhendo aquilo que plantamos. A ganância da especulação imobiliária, a ausência de planejamento urbano, resulta nisso: todo ano a mesma história. Temos que enfrentar as causas, as consequências já somos peritos.

    Responder
  7. Patricke Carlos disse:26/12/11 15:06

    Só Deus Pra nos AJUDAR mesmo…

    Responder
  8. CLAUDIO MAMEDE disse:26/12/11 19:49

    E O RESULTADO DO CONCRETO

    Responder
  9. alves disse:26/12/11 21:43

    vcs votaram neles (prefeito e compania) neeeeee……da uma olhada ai …se a casa deles estao ai na manchete…ou se pelo menos o bairro deles constão ai…kkkkk

    Responder