Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Confira as mortes publicadas nesta segunda-feira

Alex Barbosa da Silva, 32 anos. Era solteiro e não deixou filhos. Foi sepultado sábado no cemitério Campo do Bom Pastor.

Cícero Gomes da Silva, 46 anos. Era solteiro. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Clarimundo Maciel de Moura, 64 anos. Era divorciado. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Bastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Edson Vieira dos Santos, 39 anos. Era solteiro. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Francisco Rodrigues Pereira, 92 anos. Era viúvo e deixou os filhos André, Marilda e Elza. Foi sepultado ontem no cemitério São Pedro.

Geeazhi de Souza Santos, 25 anos. Era solteiro. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Gláucio Luiz Moreira, 41 anos. Era solteiro. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Jair Alves de Souza, 58 anos. Era casado com Lúcia Helena Cardoso de Souza e deixou os filhos Rogélio, Rejane e Renata. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor.

João Abdias de Oliveira, 88 anos. Era divorciado e deixou os filhos Abdias, Célia Maria, Manuel, João, Heronildes, Maria Célia, Joaci, Ocimar e Francisco. Foi sepultado sábado no cemitério Campo do Bom Pastor

João Batista dos Santos, 68 anos. Era casado e deixou filhos. Será sepultado hoje, às 8h, no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar o nome da esposa e dos filhos.

José Divino de Souza, 70 anos. Era casado com Ivalda Simão de Souza e deixou os filhos Gladson e Débora. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor.

José Tavares Dantas, 79 anos. Era casado. Foi sepultado sábado no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar o nome da esposa, nem se deixou filhos.

Lázara Augusta de Jesus, 80 anos. Era casada com Maurílio José Maria e deixou os filhos Lázaro, Maria Aparecida, Maria Abadia, Edson, William, Vanilton, Luis, Natalina e Neusa. Será sepultada hoje, às 9h30, no cemitério Campo do Bom Pastor.

Liversina Ferreira Tavares, 92 anos. Era viúva e deixou os filhos Soleval, Sandoval, Sebastião, João, Sônia e Nelson. Foi sepultada sábado no cemitério São Pedro.

Luzinete Pereira da Silva, 56 anos. Era casada e deixou os filhos Jesimeilson e Lucilândia. Foi sepultada sábado no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar o nome do marido.

Marcelo Pinto Morais, 44 anos. Era divorciado e deixou filhos. Foi transferido para Brasília. A funerária não soube informar o nome dos filhos.

Maria José das Dores, 100 anos. Era viúva. Foi sepultada no sábado no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Romeu Carlos Vieira, 40 anos. Era solteiro e deixou os filhos Igor, Sara, Pedro e Rafael. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor.

Roosevelt Fernandes de Oliveira, 69 anos. Era divorciado. Será sepultado hoje, às 8h30, no cemitério São Pedro. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Rubens Roberto Rios, 46 anos. Era divorciado. Foi sepultado sábado no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar se deixou filhos.

Sebastião Alves Correia, 89 anos. Era viúvo e deixou os filhos Sebastião, Antônio, Gilberto, Neusa e Feliciana. Será sepultado hoje, às 9h30, no cemitério Campo do Bom Pastor.

Waltercidene dos Santos, 68 anos. Era viúvo e deixou as filhas Adriana, Andréia, Ariana e Aline. Foi sepultado ontem no cemitério Campo do Bom Pastor.

Welington Rodrigues Cabral, 48 anos. Era casado. Foi sepultado sábado no cemitério Campo do Bom Pastor. A funerária não soube informar o nome da esposa, nem se deixou filhos.

Comentários

Deixe uma resposta


− seis = 0

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.