Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Congresso faz homenagem a pessoas com Síndrome de Down nesta quarta (21)

A data foi reconhecida por resolução da ONU em dezembro do ano passado

O Congresso Nacional realiza cerimônia nesta quarta-feira (21) para celebrar a instituição, pela Organização das Nações Unidas, do Dia Internacional da Síndrome de Down. A data foi reconhecida por resolução da ONU em dezembro do ano passado e é resultado de um esforço liderado pelo Brasil junto à Assembleia-Geral desse organismo.

Na ocasião, será aberta a consulta pública do Protocolo de Saúde para a Síndrome de Down, que estabelecerá procedimentos padronizados para o atendimento na rede de saúde. Também haverá o lançamento do portal Movimento Down, que pretende ser a referência para todos os que buscam informação, orientação e um espaço de discussão sobre a Síndrome de Down.

Haverá ainda a divulgação de ações concretas do governo direcionadas à pessoa com Síndrome de Down e homenagens a projetos bem sucedidos, realizados pelo poder público e por associações civis relacionados ao tema.

O evento será realizado no Salão Negro do Congresso Nacional, a partir das 10h, e contará com a presença do presidente do Congresso e do Senado, José Sarney, e dos responsáveis pela iniciativa, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e o deputado federal e ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ). Também participam a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário; o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota; o ministro da Saúde, Alexandre Padilha; e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Dia Internacional da Síndrome de Down

O Dia Internacional da Síndrome de Down foi proposto pela “Down Syndrome International” como o dia 21 de março, porque esta data se escreve como 21/3 (ou 3-21, em inglês), uma alusão à trissomia do cromossomo 21, responsável pela síndrome.

Comentários

Deixe uma resposta


três − = 1

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.