Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Criança que ficou desaparecida continua internada e perícia analisa local

Pai de Pablo percorre local onde o menino poderia ter se perdido

O menino Pablo Lucas Pereira, de 1 ano e 8 meses, segue internado na Santa Casa de Araguari para tratamento de infecções e não há previsão de alta. Ontem, a reportagem do CORREIO de Uberlândia percorreu, junto ao perito da Polícia Civil (PC) que analisa o caso, os caminhos que o bebê pode ter passado durante os quase quatro dias em que ficou desaparecido.

De acordo com um laudo repassado pela direção da Santa Casa, a criança ainda recebe antibióticos por conta das picadas de insetos, que causaram infecções na pele. Ele está na unidade desde que foi encontrado na manhã de segunda-feira (13), a aproximadamente 500 metros de sua casa, em uma fazenda no município de Araguari.

Pai de Pablo e Perito percorrem local onde menino teria se perdido

O perito da PC José Donizete de Oliveira voltou à propriedade e andou, durante quase 40 minutos, com o pai de Pablo Lucas, Cícero Paulo Pereira, pela área ao redor do exato local onde o bebê foi encontrado. Ele analisou os possíveis caminhos que o menino pode ter tomado, como matas fechadas, uma lavoura de café e áreas de pasto.

O perito achou difícil elaborar um caminho exato, mas pôde fazer uma análise preliminar. “Pelo que vi, acredito que pode ser que ele realmente tenha se perdido, mas ainda é cedo elaborar um traçado seguido pela criança”, afirmou José Donizete.

A delegada da PC que investiga o caso, Paula Fernanda de Oliveira, não descarta nenhuma possibilidade, vai tomar mais alguns depoimentos e pediu outras diligências para levantar provas. “Quero falar com o médico legista sobre o estado de saúde da criança no momento em que foi encontrada. Quero saber se é compatível com o tempo em que ficou exposta”.

Menino Pablo recebendo cuidados médicos

Pai está feliz por ter achado a criança e a mulher está grávida de 3 meses

Cícero Paulo Pereira, pai de Pablo Lucas, falou à reportagem do CORREIO que quer ajudar nas investigações e saber o que aconteceu com o filho. “Mas já estou feliz só dele ter sido encontrado”, disse. O vaqueiro confirmou que o filho vestia apenas a blusa com a qual foi encontrado na segunda (13). Ele, que veio com a família de Pernambuco para Minas Gerais há quatro meses, agora espera mais um filho. A mulher dele, Ana Patrícia Lucena, está grávida de três meses. Segundo o trabalhador rural, a esposa está assustada e quer voltar para o Nordeste, mas ele prefere ficar e trabalhar em Araguari. “Viemos aqui para ter uma condição de vida melhor, se voltarmos vamos perder o que tivemos aqui”.

Comentários

2 respostas para “Criança que ficou desaparecida continua internada e perícia analisa local”

Deixe uma resposta


cinco + 7 =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.