Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Dengue requer cuidados mesmo após período de chuvas

As equipes do CCZ percorrem os diversos bairros do Município para eliminar os focos do mosquito

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) intensificou as ações de combate à dengue durante o período chuvoso e o trabalho deu bons resultado. O último Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes aegypti (LIRAa), feito em março deste ano, apontou uma redução de 1,8%.

Agora, mesmo com o término das frequentes chuvas, o trabalho não para. Diariamente, as equipes do CCZ percorrem os diversos bairros do Município com visitas a residências, comércios e imóveis diversos, para eliminar os focos do mosquito da dengue.

De acordo com o coordenador do Programa de Combate à Dengue no Município, José Humberto Arruda, as sucessivas ações realizadas mantêm a cidade livre de surtos da dengue. “Trabalhos diferenciados como coleta de pneus, orientação nas escolas e vedação das caixas de água, deixam os índices de infestação controlados e a comunidade Uberlandense longe da dengue, em especial dos casos graves.”, disse o coordenador.

Os números conquistados consolidaram Uberlândia como cidade referência no controle da doença, sendo amplamente citada e lembrada em todo o país em razão do seu conjunto de ações.

E para que este resultado seja ainda melhor, é necessária a colaboração da população, já que uma pesquisa realizada pelo CCZ apontou que 93% dos focos encontrados estavam nos quintais das residências (latas de 18 litros, baldes, bebedouros de animais, pratos de planta e pneu). “A população tem que fazer a sua parte, eliminando esses depósitos de água parada, mesmo nesta época que se inicia, quando entramos no período mais seco do ano”, afirmou José Humberto Arruda.

Comentários

Deixe uma resposta


cinco − = 4

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.