Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Duas pessoas morrem em acidentes em Uberlândia

Um dos acidentes aconteceu no bairro Jardim das Palmeiras

Duas pessoas morreram em dois acidentes de trânsito em Uberlândia, em menos de 12 horas, neste início de feriado prolongado. Francisco Mendes Cunha, 51, trafegava por volta das 9h desta quinta-feira (21) pela avenida Paulo Firmino, no bairro Jardim das Palmeiras, zona oeste, quando bateu na lateral de um ônibus da empresa Sorriso de Minas.

Ele foi levado ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC/UFU), mas morreu antes de dar entrada na unidade. De acordo com Marcos Pimenta Borges que presenciou o acidente, o motorista do coletivo reduziu a velocidade na placa de “pare”, na rua do Editor, mas pode não ter visto a moto e avançou para cruzar a avenida. “Ou então ele pensou que daria tempo de atravessar, porém, o motociclista estava em alta velocidade e não conseguiu frear. Deu tempo só de ele soltar um forte grito”, disse.

Em nota, a Viação Sorriso de Minas informou que disponibilizou um técnico da empresa e uma assistente social para acompanhar o caso e prestar assistência à família da vítima.

O outro acidente aconteceu na noite de quarta-feira (20), na avenida Aldo Borges Leão, bairro Morada Nova, zona oeste de Uberlândia.

Em folga, por volta das 22h, o militar Jardel Wander Rodrigues, 38 anos, seguia para casa com a esposa em um Vectra quando tentou desviar de uma criança que atravessava a avenida em uma bicicleta. Com o movimento brusco, perdeu o controle da direção.

Segundo o boletim de ocorrência, o carro colidiu com uma árvore frontalmente. Com o impacto da primeira batida, o veículo girou e bateu novamente em outra árvore. O militar e a mulher, inconscientes, ficaram presos nas ferragens.

Testemunhas acionaram os bombeiros, que socorreram e levaram os dois ao Pronto-Socorro da Universidade Federal de Uberlândia (PS-UFU). Porém, o policial não resistiu e morreu. A esposa dele, Maria Cristina Azevedo, 24 anos, teve fraturas pelo corpo e está internada em observação, mas não corre risco de morte. O militar foi sepultado hoje (21) em Catalão (GO).

Carreira

Jardel Wander Rodrigues era cabo da Polícia Militar (PM). Segundo o irmão dele, Gildevan Carlos, ele servia à corporação em Uberlândia há quase 18 anos. “Foi uma fatalidade. Preferimos fazer o velório e o enterro em Catalão (GO), já que quase a totalidade da família é de lá”, disse. O policial era lotado na 109ª companhia, localizada no bairro Jardim Patrícia. Ele deixou esposa e três filhos menores de idade.

Comentários

3 respostas para “Duas pessoas morrem em acidentes em Uberlândia”

  1. Uma coisa é certa: Há um despreparo geral dos condutores de veiculos em nossa “Uberland”, pois o que se vê são “motoqueiros” totalmente desqualificados que acabam de comprar uma moto e saem por aí fazendo asneiras e motoristas (dito profissionais) que dirigem seus ônibus achando que estão acima de tudo e de todos, parecem até ddeusses pois eu acho que não tem mãe.

Deixe uma resposta


1 + sete =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.