menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Estudante da UFU é premiado em programa de bolsas do Google

O Google anunciou, na quarta-feira (3), os vencedores da terceira edição do Programa de Bolsas de Pesquisa Google para a América Latina. Dos 24 projetos premiados, 17 são brasileiros, entre eles, um da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), o estudante Adriano Mendonça Rocha. A divulgação aconteceu no Centro de Engenharia da empresa, em Belo Horizonte.

O trabalho de Rocha busca aproveitar o conteúdo de sites de perguntas e respostas para produzir automaticamente um tutorial para os desenvolvedores de software. Segundo o orientador da tese e docente de Ciência da Computação da UFU, Marcelo de Almeida Maia, os tutoriais são úteis pois há algumas contradições nesses sites e a documentação das tecnologias de desenvolvimento de software não tem exemplos didáticos.

Durante um ano, os professores e estudantes de pós-graduação selecionados vão receber bolsas de estudo mensais para conduzir as pesquisas em áreas relacionadas à Ciência da Computação. Para o professor, além do suporte financeiro, a premiação também traz outras vantagens. “A divulgação e a visibilidade são importantes. Se uma empresa aposta no projeto, isso funciona como um selo de qualidade na pesquisa. Além de poder atrair novas fontes de recurso”, disse Maia.

Essa edição recebeu 473 inscrições de 13 países diferentes, sendo um recorde do programa. Além do Brasil, Chile e México tiveram dois vencedores cada. Argentina, Colômbia e Peru foram premiados com um projeto. “Os ganhadores se destacam em termos de impacto, originalidade e qualidade, e estão dentro das áreas-chave de interesse do Google”, disse o diretor de engenharia da empresa no Brasil, Berthier Ribeiro-Neto, que coordenou a seleção dos projetos.

PREMIAÇÕES

– Total de projetos: 24

– Brasileiros premiados: 17 projetos

>>> Participação

– Número de inscrições: 473

– Países participantes: 13

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.