menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Gerente de restaurante é assassinado durante o trabalho na noite de sábado

O gerente José Júnior Pinheiro, de 34 anos, foi assassinado a tiros na noite deste sábado (10)  no restaurante em que trabalhava, na avenida Princesa Isabel, Bairro Tabajaras, na região central. Até o momento, ninguém foi preso pelo crime, cuja causa segue desconhecida.

Segundo informou a Polícia Militar (PM),  por volta das 23h, um homem entrou no restaurante, pediu o cardápio e aguardou. Ao avistar o gerente, o criminoso efetuou quatro disparos de arma de fogo, que atingiram a vítima na face e no tórax.

Uma cliente, que não quis se identificar, jantava no estabelecimento em frente no momento do crime. Ela afirmou que após os disparos, um indivíduo de camisa branca, estatura mediana e cabelos escuros  saiu do restaurante, com arma em punhos, e correu em direção à avenida Getúlio Vargas.

“Havia muitas famílias nos restaurantes no momento do crime, todo mundo ficou desesperado. O homem correu segurando a arma para cima, como se fosse um aviso de que ia atirar em quem tentasse contê-lo”, afirmou.

De acordo com a PM, Pinheiro foi socorrido e levado com vida para o hospital Santa Genoveva, no bairro Martins. Ele morreu por volta das 3h deste domingo (11), segundo a assessoria de imprensa do hospital.

O corpo de José Pinheiro será velado a partir das 19h, na funerária Olavo Chaves, no bairro Daniel Fonseca, também na região central. A cerimônia de cremação será realizada nesta segunda-feira (12) pela manhã, no Parque dos Buritis.

Comentários

5 Responses to “Gerente de restaurante é assassinado durante o trabalho na noite de sábado”

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.