Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Hemominas realiza coleta de sangue em Araguari

A Fundação Hemominas realiza coleta externa de sangue, nesta quinta-feira (12), das 8h às 11h30, na empresa Unimed Araguari, localizada na rua Cel. Teodoro Pereira de Araújo, n°801, bairro Centro, Araguari. A expectativa é atender cerca de 70 candidatos à doação de sangue.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar ou ligar para o 155.

Comentários

4 respostas para “Hemominas realiza coleta de sangue em Araguari”

  1. Minha filha cursa o primeiro período de Medicina em Araguari e hoje pela manha em sala de aula teve uma desagradável noticia : “não poderia participar da campanha de doação de sangue do HEMOMINAS, porque é proveniente do estado do Tocantins”. Nem mesmo a ficha para triagem ela pôde preencher… O interessante que não há nenhuma restrição, como vacinação obrigatória para quem entra no Estado do Tocantins, nem mesmo se ouve falar aqui em Malária ou doença de Chagas, como epidemia local. Sentimo-nos descriminados em relação ao resto do pais… É correto essa posição ?

  2. Portaria 1.353 do MS § 4º “Os serviços de hemoterapia deverão capacitar os técnicos da
    Hemorrede e de suas unidades vinculadas de saúde para melhoria de
    atenção e acolhimento aos candidatos à doação, evitando manifestação de
    preconceito e discriminação por orientação sexual, identidade de gênero,
    hábitos de vida, atividade profissional, condição socioeconômica, raça/cor e
    etnia” . Quando se exclue o “Estado” em si, sem chanche de triagem, é ou não uma forma de discriminação ?

Deixe uma resposta


5 + = dez

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.