Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Homem é encontrado morto com perfurações e cinto enrolado no pescoço

Um homem foi encontrado morto na noite de sexta-feira (11) próximo à rodovia municipal Neuza Rezende, na saída de Uberlândia para o Distrito de Cruzeiro dos Peixotos, zona norte da cidade. O corpo não foi identificado e apresentava sinais de tortura, como cortes nos punhos e nos joelhos e afundamento craniano, além de uma perfuração na cabeça, provavelmente feita com arma de fogo.

Segundo a Polícia Militar (PM), um trabalhador rural avistou o corpo e avisou ao caixa de um posto de combustíveis, que acionou os militares. Ao chegarem ao local, a polícia encontrou a vítima usando apenas uma camiseta e com um cinto amarrado ao pescoço. O funcionário do posto disse que o trabalhador rural que o avisou não quis esperar a chegada da PM, mas que ele é freguês do estabelecimento e já foi visto, pelo menos, duas vezes no posto anteriormente.

A vítima é um homem negro, aparentava ter aproximadamente 40 anos, 50 kg e cerca de 1,50 m de altura. Ele tinha tatuagens nos braços com desenhos tribais, o que pode ajudar na identificação. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

Comentários

4 respostas para “Homem é encontrado morto com perfurações e cinto enrolado no pescoço”

  1. ela estava dentro de um carro?
    esse carro tem um dono certo?
    Se não for ele é outra pessoa, certo?
    Então porque não procuram pelo dono do carro que vão saber quem é o cara…

Deixe uma resposta


+ 9 = catorze

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.