Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Homens armados assaltam ônibus na BR-452

Um ônibus foi assaltado na madrugada desta sexta-feira (20) na BR-452, próximo ao trevo da Coalbra. Quatro homens com armas de cano longo invadiram o veículo, que fazia a linha Belo Horizonte – Goiânia (GO), e roubaram os objetos dos passageiros. Eles fugiram e não foram localizados.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os criminosos obrigaram o motorista a parar o ônibus próximo ao km 148 da rodovia. Três bandidos encapuzados entraram no veículo e roubaram celulares, cartões de crédito e dinheiro. Eles ainda desceram e pegaram duas malas no bagageiro.

Um policial civil de Goiás estava entre os 11 passageiros que foram assaltados. Ele entregou a pistola .40 e R$ 300 aos bandidos, que fugiram em um Citroen C3 e não foram localizados pela PRF.

Comentários

19 respostas para “Homens armados assaltam ônibus na BR-452”

  1. Quando tal rodovia era policiada pela Polícia Rodoviária Estadual este tipo de crime era muito raro. E quando acontecia a resposta era bem rápida e quase sempre terminava com a prisão dos meliantes.
    Lado outro, é notório de que a PRF não tem condições de pessoal, log´sitica e força policial para enfrentar a bandidagem que aí está.

  2. Continuando:
    A culpa por tal situação podem debitar na conta dos nossos parlamentares. Pois, foram eles que na Assembléia Constituinte/88 ressuscitaram uma “polícia – PRF do DNER” que já estava extinta pelo Decreto Fedral nº 667. Só faltava uma pá de cal para enterrá-la. A nossa PMMG vacilou e deixou que a mesma fosse criada.

  3. Continuando:
    Para reflexão da sociedade, trago a lume a seguinte informação:
    As Polícias Militares – exércitos estaduais – estão articuladas em todos os municipios da Federação Brasileira. Sob seu comando se encontram as polícias: Florestal/Ambiental; Rodoviária (PRE); ROTANS; Policiamento ostensivos das cidades; trânsito urbano e o Corpo de Bombeiros na maioria deles.
    Logo insta indagar: não seria muito mais eficiente e produtivo o trabalho da Polícia Rodoviária Estadual e econômico por estar a mesma articulada com as demais polícias integrantes da mesma corporação???
    Vale lembrar que a PRF paga salário de marajás para seus patrulheiros que não dão conta de suas obrigações, qual sejam – combater a criminalidade nas rodovias sob suas juridições -.
    Enquanto os verdadeiros policiais – PM/BM – que
    ganham salários de miséria defendem diuturnamente a sociedade e contribuem diretamente para redução da criminalide.
    É isto que voces – sociedade – querem???
    Solução: mudem a CF/88 e retornem a jurisdição das rodovias federais para as Polícias Rodoviárias Estaduais-PRE/PMMG.

  4. Continuando:
    Sociedade: as rodovias federais estão abandonadas. Isto é fato.
    quando se vê uma Vtr da PRF no trecho a mesma apenas leva um patrulheiro que pouco ou quase nada pode fazer. Posto que, além de estar só, não está articulado com as demais forças policiais. Também é fato inconteste.
    Agora, quando sob o pretexto de estarem atendendo Requisição do MP, o que é ilegal pois não tem jurisdição na área urbana, aparecem aos montes para jogar para a imprensa e fazerem propaganda. Mas, ao longo das rodovias nem no sonho. Por quê será???

  5. A farra deles dentro das cidades vão acabar a qualquer momento com suas prisões. É só uma questão de tempo. Podem esperar. E aí a propaganda deles será contra eles.
    Só lembrando de que ordem ou requisição ilegal não se cumpre.
    Salientando de que a PRF apenas tem jurisdição entre as duas cercas limítrofes com as rodovias, denominadas faixa de domínio do DNIT.
    Portanto, suas atuações fora de tal limite são tipificadas como crime de usurpação de função pública. Podendo-lhe acarretar prisões em flagrante.
    Inclusive suas atuações em áreas urbanas em atendimento a tais requisões e outras ligadas a fiscalização de rodovias, excesso de poder e competência, está questionado no STF via ADIM e há qualquer momento

  6. A farra deles dentro das cidades vão acabar a qualquer momento com suas prisões. É só uma questão de tempo. Podem esperar. E aí a propaganda deles será contra eles.
    Só lembrando de que ordem ou requisição ilegal não se cumpre.
    Salientando de que a PRF apenas tem jurisdição entre as duas cercas limítrofes com as rodovias, denominadas faixa de domínio do DNIT.
    Portanto, suas atuações fora de tal limite são tipificadas como crime de usurpação de função pública. Podendo-lhe acarretar prisões em flagrante.
    A proposito é oportuno dizer que, inclusive, suas atuações em áreas urbanas em suposto atendimento a tais requisões e outras ligadas a fiscalização de rodovias, excesso de poder e competência, está questionado no STF via ADIM, movida pela PF, e há qualquer momento teremos o julgamento. E tudo indica que essa gente terá um freio.
    TAmbém está sendo questionado em outra ADIM a usurpação de função dos agentes do DETRAN/DF que estão atuando como verdadeira policia ostensiva, fazendo britz e prisões e tudo mais inerentes a jurisdição da Polícia Militar.
    Essa farra está com os dias contados.
    Contudo, sociedade, devemos todos ficármos atentos à gula dessa gente por poder. Não estão nada preocupados com a população. Querem mesmo é poder. Olhos bem abertos com essa gente.

  7. Esse crime não é combatido ferozmente, porque não tem tanto valor quanto ao roubo de cargas. Roubar apenas os passageiros, quem se preocupa???

  8. É… no mesmo lugar, do mesmo jeito, sempre acontecendo. Esse lugar já está manjado, virou rotina. Eu mesma fui assaltada aí quando voltava de Bh há poucos dias atrás. No mesmo lugar ,do mesmo jeitinho. Gente, é revoltante!!!!Ninguém faz nada!!!!! Eles nem precisam mudar o local, a hora e a maneira de agir. É impressionante!!!!!!!Revoltante!!!!!

  9. ROÇALÃNDIA ESTÁ CADA DIA MAIS PERIGOSA. AINDA BEM QUE NÓS, DA CAPITAL, NÃO PRECISAMOS DE IR PARA A ROÇA.

    PORQUE BH NÃO PRECISA DE ROÇALÂNDIA PARA NADA, POIS SUA REGIÃO METROPOLITANA CONCENTRA QUASE 50% DO PIB MINEIRO E A SEGUNDA REGIÃO MAIS IMPORTANTE DO ESTADO É O SUL DE MINAS, SEGUNDO A FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO E O IBGE.

    PELO MENOS UM PONTO EM QUE ROÇALÂNDIA É MELHOR QUE BH: NOS ÍNDICES DE CRIMINALIDADE.

    E OLHE QUE ESTAMOS FALANDO DE UMA CIDADE PEQUENA, UMA ROÇA, ROÇALÂNDIA, A COLÔNIA SUBDESENVOLIDA DE BH, UBERCOLÔNIA.

    ENQUANTO ISSO, A REGIÃO METROPOLITANA DE BH, A 3ª MAIOR DO BRASIL E A 48ª MAIOR DO MUNDO, POSSUI UMA DAS MELHORES QUALIDADES DE VIDA DA AMÉRICA LATINA, SEGUNDO A ONU.

  10. Sra. Irailde a única maneira desse tipo de crime ser combatido de verdade e de frente é passando o policiamento dessa rodovia para a Polícia Rodoviária Estadual/PRE/PMMG que tem muita mais condições logística, pessoal e força policial, devido sua articulação com os demais órgãos integrantes do sistema de defesa social, o que não ocorre com a PRF, que trabalha isolada dos demais órgãos.
    Quando este trecho era policiado pela PRE bandido não tinha vez e rodovia era tranquila para se viajar.

  11. Maluco!!! A verdade e a realidade incomoda, né!!! Saia do anonimato, ô covarde!!!
    A PRF ainda disse ao povo a que veio após a CF/88. Pois, antes ela não existia mesmo. A grande maioria das rodovias federais eram delegadas a PMMG via DNER.
    E digo mais, a bandidagem tremia quando ficava sabendo que aquela rodovia era policiada pela PRE/PMMG.

  12. Complementando:
    A Polícia Ferroviária Federal – PFF – está no artigo 144 da CF/88. Mas ela é igual a cocô de mosquito, todo mundo sabe que existe, mas nunca viu.
    Assim, também, está a PRF.
    É por isso dona Iracilda que a bandidagem está deitando e rolando nas rodovias federais.

  13. Sugerimos como modelo exemplar o Estado de São Paulo onde 95% das rodovias são estaduais e policiadas pela PRE.
    Perguntam ao povo paulista se eles querem mudar para a PRF???
    Ao contrário eles querem estadualizar as rodovias Federais, Regis Bitencourt (São Paulo – Curitiba), Fernão Dias (São Paulo – B. Hte.), Dutra (Rio São Paulo) e BR-153 (Fronteira – Ourinhos), as únicas rodovias federais ainda sobreviventes naquele estado.
    Façam uma pesquisa naquele estado e verão que os paulistas estão muito felizes.
    Porquê então não implantármos o mesmo modelo em nossa pátria mineira??? É muito mais econômico manter a PRE. E o resultado é 100% mais eficientes pelas razões já expendidas.

Deixe uma resposta


2 + um =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.