Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Jovens mortos em acidente na BR-050 são velados em Uberlândia

Os corpos dos dois jovens que morreram em acidente na BR-050, na manhã desta segunda-feira (22), serão velados durante esta noite na funerária Ângelo Cunha, em Uberlândia. Leopoldo Rodrigues Silva, 23 anos, será enterrado nesta terça-feira (23) às 15h, no cemitério Campo do Bom Pastor. O horário do enterro de Alexandre Almeida Pimenta, de 28 anos, não foi informado pela funerária.

Jean Pablo Guedes Borges, de 20 anos, continua internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o estado de saúde do jovem é estável e não corre risco de morrer. Ele foi levado nesta tarde para a ortopedia e está com fratura lombar e cervical.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o carro em que os jovens estavam capotou durante esta manhã entre Uberaba e Uberlândia. As causas do acidente serão apuradas. Segundo amigos das vítimas, os jovens voltavam de um trabalho realizado no fim de semana em Delta.

Comentários

13 respostas para “Jovens mortos em acidente na BR-050 são velados em Uberlândia”

  1. Realmente os meninos estavam em trabalho, realizando o evento da Exposição na cidade de Delta… Inclusive queremos agradecer a prefeita de DELTA,que compareceu no velório.
    Foi uma grande perda!!Estamos todos em oração.

  2. Meus sentimentos aos familiares desses dois jovens. Olha vocês que trabalha fora da cidade, por favor ao terminar suas atividades dar um jeito de descançar para voltar aos seus lares com mais segurança.

  3. Leo era muito querido, menino sorridente Deus irá confortar o coração de Gilberto que perdeu seu único filho e de seus entes queridos,primo de criação irá ficar os momentos felizes em minha memória..

  4. Perguntei com eles trabalhavam, pois na reportagem anterior dizia que eles estavam com alguns objetos de origem duvidosa, mas depois fui ler e saber que eles trabalhavam com eventos e não tinha nada do que o Jornal estava dando a entender.
    Precisamos analisar as informações antes de colocar para a cidade inteira, pois denegrir a imagem de quem não está mais entre nós é muito fácil.

  5. lauane , concordo com vc sou ex namorada do LEOPOLDO,e conheço todos eles meninos queridos d indoles maravilhosas eram pessoas de dentro de minha casa onde todos nos amavamos muito aqui em ARAXA estamos todos abalados com a noticia deixamos meus pesames aos familiares q tive o prazer de conhecer e q sao pessoas muito importante para mim deixo aqui meus sentimentos ,dos amigos q conquistaram por aqui, john fernando,gustavo,jeferson,do meu pai joanir da minha mae arlete e de meu filho carlos eduardo e vcs seram sempre uma ESTRELINHA…….

  6. pesso licença pars falar deese 3 rapazes de indoles incomparáveis tive o prazer de trabalhar com eles e dai surgiu uma grande amizade para quem não sabe nem conhece como se faz um evento deveria procurar a saber o que se usa e suas nescessidades de segurança não no local do evento mas sim nas estradas afinal não temos segurança nas estradas para protegelos…

  7. ojetos duvidosos o que séria? eu não vi nemhum!computadores contagem de ingressos,leitor para códico de barra maquina de cartão para ser vendido os ingressos maquinas de impressos para confecçoes de ingreços e a arma o dinheiro lucro afinal não fora de graça arma segurança nas estradas…..

  8. mochilas séra nem um banho poderia tomar?celulares falar com a familia ou será que nem isso eles poderiam ter, até agora não vi nada para ser duvidoso só vejo pessoas com coraçoes em pedaços e muita tristeza ou alguem tem duvida disso…..

Deixe uma resposta


um + = 7

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.