Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

23/06/2011 20:20

Pai bate em filha e vai parar na delegacia

Repórter

O pedreiro Lázaro Alves da Costa, 47 anos, foi conduzido, ontem (22) a noite, à Delegacia de Polícia Civil, depois de bater na filha de 13 anos. O desentendimento se deu porque a adolescente queria um celular e, com a negativa, teria desrespeitado e agredido fisicamente o pai, que revidou com um murro no olho. A suspeita é que a vítima tenha tido rompimento de retina.

Segundo Lázaro Alves, ele tinha acabado de comprar um computador para a filha e passou em outra loja para comprar um televisor. “Quando chegamos na outra loja, ela pediu um celular. Falei que não ia dar e ela deu o maior vexame”, segundo o pedreiro.

A agressão aconteceu já na casa da família e se agravou depois que a adolescente, além de insistir no celular, reclamou da marca do computador que tinha ganhado. Em depoimento, a menor disse que o pai tinha bebido. “Ela me avançou e eu bati nela, só que pus força demais. Mas não me arrependo. Eu sou o pai dela e ela precisa me respeitar”, disse Lázaro.
Lázaro Alves foi liberado depois do pagamento de fiança e até a noite de hoje, a menor estava internada na Unidade de Atendimento Integrada (UAI), do bairro Pampulha.

Comentários (32)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Rafael Skywriter disse:23/06/11 20:30

    Oo

    Ta certo que tem que por limites e corrigir ainda mais a moça que não tem nem um pingo de humildade pelo visto, mas não justifica o tamanho da Brutalidade!

    Responder
  2. Alê disse:23/06/11 20:46

    é nisso que dá apesar de nao justificar essa tamanha digamos “força” mais os filhos hoje nao respeitam mais os pais agora quem manda é criança e adolecentes que no futuro muito proximo se transformam em delinquentes. O pais ja nao podem mais corrigir adolecentes nao podem mais trabalhar e aproveitando o fato eles tambem nao estudam apenas fingem de 10 tiramos uns 4 à 6 que chegam e passam a faculdade o restante ja nao está virando mais nada que pena o mundo estar assim.

    Responder
  3. Marcelo disse:23/06/11 20:57

    Tomara que a retina dela esteja bem, mas vou te falar viu, que menina tosca. Ganha um computador e ainda enche o saco do coitado do pai para ganhar celular.
    Esse é o mundinho bonitinho que as pessoas não querem ver: jovens caprichosos, mimados, enlouquecidos para consumir as bugigangas fomentadas pelo Lulinha picareta.
    O Brasil é assim, jovens com a vida toda pela frente querendo só consumir no crediário dos pais. Aqueles que não dispõem de um pai pra ganhar a bugiganda e depois xingar ele, partem mesmo é para o crime, para ter dinheiro para comprar o que? Drogas? NÃO, caros apressados, mas bugigangas.
    O crime se alimenta é disso: tenis de marca, viagens para farras (micaretas, shows, etc), bugigangas (celulares, notebook, relógios), roupas de marca etc (fora o gasto com o sexo, porque se gasta com sexo).

    Responder
  4. Marcos Aurelio Paiva disse:23/06/11 21:00

    Pisada de galo nao mata o pinto, dizia minha avó.

    Responder
  5. delmira naves disse:23/06/11 21:55

    Clonclusão a filha menor pode bater espancar matar já o pai coitado vai para cadeia

    Responder
  6. ROGERIO SILVA disse:23/06/11 22:08

    QUAL ERA A MARCA DO COMPUTADOR???

    Responder
  7. machado disse:23/06/11 23:09

    Infelizmente hoje o pai não pode corrigir o filho mais a policia pode chegar o guatambu quando vira marginal, menor não pode trabalhar mas pode roubar, assaltar, traficar não digo tortura mais umas palmadas não fazem mal e algum e devem ser empregadas sim em alguns casos para a correção de nossos filhos porque depois quando passam a ser marginais quem sofre as consequencias somos nós pais.

    Responder
  8. Thiago disse:24/06/11 0:49

    Pelo amor de Deus, uma menina de 13 anos dar chilique por causa de um celular!? Mereceu um murro mesmo, e reclamar a marca do computador, que o pai, PEDREIRO, profissão árdua e pesada, trabalhou muito pra agradar a filha e ainda reclama! Depois que ela sair do UAI, tem ainda que tomar uma surra de vara de marmelo.

    Responder
  9. André Luís de Araújo. disse:24/06/11 2:13

    Isso é que dá se sacrificar para atender capricho de menino.
    Agora ficou difícil até para viver na mesma casa que esse pessoal que chamou a polícia.
    O melhor que esse sujeito tem a fazer é sair de casa.
    Sai muito mais barato pagar uma pensão do que tratar dessa “pirralha”.
    Será que ela vai agredir o gerente do banco quando ver o valor da pensão?

    Responder
  10. ald disse:24/06/11 4:45

    olha e complicado eles se brincar quer bater na gente por certo ela torrou a paciencia do pai dela q chegou a tal ponto o camarada e pedreiro nao e um deputado federal nem um ministro a casa civil q ganha muito dinheiro comprou o q dava pra ele pagar e ainda ela queria um celular tenha a santa paciencia tinha q fazer ela trabalhar agora e pagar essa fiança

    Responder
  11. Jackson Amorim disse:24/06/11 6:35

    Concordo em partes…

    Mas seu Lazaro bate mais fraco, blza?

    Ei menina respeita seu pai!!!

    Oxe…

    Ta pensando o q menina, hora menina, menina menina, 2 vezes menina.

    Respeita paínho menina.

    Abraço a todos!

    Responder
  12. marks disse:24/06/11 8:10

    Sou contra agressões, mas tbm sou contra desrespeito a quel q

    Responder
  13. Fabio disse:24/06/11 8:15

    essas “crianças” precisam respeitar seus pais e os mais velhos… a força foi excessiva, bastava um não, um castigo, ou um tapa… de qquer forma apoio o pai!!!!

    Responder
  14. marks disse:24/06/11 8:20

    Sou contra agressões, mas tbm sou contra desrespeito a qq pessoa principalmente aos pais, no entanto o consumismo e a propaganda levam jovens a ñ compreender q a grana encolheu, não da p manter td “de marca”. Ficou mais caro p ambos a insatisfação da filha, gastou c fiança e ficou sem celular, q esperasse. Certa vez cobiçava um carrinho de madeira meu pai me deu um de plástico por ser mais barato, foi o primeiro carinho q ganhei estou feliz até hoje passados 45 anos. Respeitem seus pais enquanto eles existem.

    Responder
  15. Rafael Ferreira disse:24/06/11 8:22

    se batesse na cabeça não dava ematoma…

    Responder
  16. giuliano disse:24/06/11 9:17

    ta certo filho que nao respeita os pais tem que apanhar mesmo.é so saber dosar a força.

    Responder
  17. David Junior disse:24/06/11 9:37

    LIMITES! A educação dos filhos, muitas vezes se resume apenas em impor limites. Quer um celular novo? Trabalhe! A marca do Pc é ruim? Trabalhe e compre um de seu gosto!

    Responder
  18. JUSTUS disse:24/06/11 10:37

    Com 13 anos já esta deste jeito imagine com 16. Acaba de ganhar um PC e uma televisão e ainda reclama. Tem que enfiar a mão mesmo só com menas força. Se perder o controle de uma criança com 13 anos nunca mais vai ser respeitado. Vamos ver se ela aprende. Agora a mãe deixar chamar a Policia também já é demais.

    Responder
  19. Marcelo disse:24/06/11 10:38

    Cadê meu comentário? Foi censurado por afrontar o pensamento único?

    Responder
  20. NF disse:24/06/11 11:13

    Em minha opinião esse pai errou ao colocar força demais porém é muito melhor corrigir os filhos, do que deixá – los soltos a mercê dos marginais. Acredito que ele não tenha errado agora e sim durante a criação da filha, para ela ser tão egoísta, arrogante e ingrata. Não concordo com a prisão desse homem, não acho que foi um fato para ele ser preso, existem pessoas que cometem crimes piores e estão soltas. Ele somente corrigiu sua filha.

    Responder
  21. NÚBIA disse:24/06/11 12:55

    MERECE MESMO É LEVAR BEM MAIS DO QUE ISSO…ESSE É O PONTO QUE SE CHEGA….OS ADOLESCENTES NÃO TEM LIMITES E QUANDO CHEGA UM PAI CANSADO DISSO TENTANDO IMPOR SUA AUTORIDADE É CRIME AGORA…SE APANHASSE DE VARA OU DE CHINELO ELA IA CONTINUAR FAZENDO ISSO…. MERECE MESMO KKKKKK E APOIO 100% O PAI.

    Responder
  22. Liandra disse:24/06/11 13:00

    Educar e corrigir sim, espancar jamais.Dar um soco no rosto da menina, isso é inadmissível.

    Responder
  23. Andressa disse:24/06/11 14:13

    Mereceu, o pai tenta agrada dando um PC e uma TV pra filha, e ainda debocha da marca!
    Sorte dela que tem um pai que teve condições de dar algo.
    Deus da asas a quem não quer voar!

    Responder
  24. VKS disse:24/06/11 14:57

    Talvez ela já o respeitasse se ele não passasse tanto tempo no boteco enchendo a cara. Todo mundo só segue a opinião explícita desse jornal, estão manipulando os fatos. Esse cara é um pinguço.

    Responder
    • Marcelo disse:24/06/11 17:32

      “Pinguço” ou não o sujeito tava lá comprando PC e TV para a família e a filha. Ah, esqueci, preconceito contra “pinguço” é politicamente correto (desde que não seja o Lula, senão corre o risco de ser retaliado como o jornalista americano).

      Responder
  25. Nayara Jordana disse:24/06/11 15:28

    Concordo, as vezez temos que respeitar quem nois respeita.
    iso e problema de Criancice, ela estava querendo, poder ser a tal.Eu asho e ela tinha qe ficar sem, e aprender que senso de humor nem todos pai que tem,ele esta certo, porqe ela esta muito atrevida, e bota ela na linha, mais tambéém, acho que foi uma corvadia, não presisava bater,e vonversar e deishar de castigo, e que ela não sabe, oqe valorizar nas coisas que temos, depois qe perde ai eu quero e ve ;/
    não foi muito bão, mais essa ea minha opnião .:D

    Responder
  26. Jane disse:24/06/11 17:44

    Ela deveria ficar com uma marca no olho pois assim quando ela tiver seus filhos eles perguntar qual seria o motivo ela responder porque foi ingrata e sem respeito ao pai!
    É como diz o ditado mesmo né “Um pai cria dez filhos mas dez filhos não cria um Pai!

    Responder
  27. weverton disse:24/06/11 17:55

    Ja na minha opiniao nao vejo o porque a agreção a filha, ainda mais que o mesmo estava bebado,hoje em dia nao corrigimos os nossos filhos com agreções e sim com argumentações fortes ou seja converssando

    Responder
    • VKS disse:24/06/11 20:14

      Continua sendo também minha opinião. Pinguço sim, enche a cara e acha que comprando presentes e socando a cara vai conquistar respeito. Se não consegue largar o boteco não adianta comprar a loja inteira nem tampouco bater na filha. Respeito começa pelo exemplo e se firma com o diálogo, nunca vêm pelos bens materiais nem tampouco pela violência.

      Responder
      • Marcelo disse:25/06/11 22:57

        Você foi governado por um bêbado durante oito anos e ainda deve ter votado na sucessora dele. Aí não não precisa largar a “cachacinha” né? Sociedade hipócrita é f…

        Responder
    • Vitor disse:24/06/11 23:17

      Arrãn Weverton; senta!

      Responder
      • Anonimous disse:25/06/11 21:47

        Não foi pro Weverton, ao contrário estou concordando com ele. Foi pro Marcelo que tá querendo levar para o lado político e apoiar esse “pinguço”.

        Responder