Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Piracema começa em novembro

Peixes como Mandi, Piau, Barbado, Traíra e Surubim não poderão ser pescados

A próxima Piracema iniciará em algumas semanas. No período entre o dia 1º de novembro e 28 de fevereiro de 2012 está proibida a pesca de todas as espécies nativas da bacia do Rio Paraná – em que os rios Paranaíba, Araguari e seus afluentes estão contidos.

Peixes como Mandi, Piau, Barbado, Traíra e Surubim não poderão ser pescados. Já os peixes como Tucunaré, Zoiudo, Corvina, Bagre Africano, Carpa, Tilápia e Piranha Preta podem ser fisgados por não serem nativos da região.

“O Lambari é espécie que é proibida a pesca na Piracema. Mas se for de criatório e utilizado como isca para o Tucunaré, então é permitido, desde que seja apresentada nota fiscal de compra”, disse o Comandante do 4º Pelotão de Polícia do Meio Ambiente de Araguari, Tenente Carlos Alberto Matias de Abreu.

A Piracema em Minas Gerais acontece nesta época porque peixes, machos e fêmeas, se aglomeram e procuram por áreas de desova, onde estarão próximos, maduros, prontos para o acasalamento. “As espécies nativas devem ser preservadas”, afirmou o Tenente Carlos Alberto.

Para a pesca só poderão ser utilizados linha de mão, caniço, vara com molinete ou carretilha com uso de iscas naturais e artificiais. Cada pescador poderá ter, no máximo, cinco varas ou maçaricos e a captura é restrita a três quilos e um peixe por dia ou jornada de pesca.

Tenente Carlos Alberto alerta ainda que “os pescadores que não cumprirem a lei estão sujeitos a detenção de um a três anos e todos os equipamentos serão apreendidos e não podem ser devolvidos”. E os estabelecimentos de pesca devem entregar a declaração de estoque (até o segundo dia útil do início da Piracema) no Instituto Estadual de Florestas.

Denuncie

Araguari: 3241-5090
Uberlândia: 198

É proibido pescar:

• Nas lagoas marginais;
• A menos de 500 metros de confluências e desembocaduras de rios, lagoas, canais e tubulações de esgoto, ate 1.500 metros a montante e jusante das barragens de reservatórios das usinas hidrelétricas e a montante de e a jusante de cachoeiras e corredeiras;
• No rio Paranaíba, no trecho compreendido entre a jusante da UHE de emborcação até a ponte Wagner Estelita Campos na BR 050;
• No rio Araguari, do barramento do PCH Amador Aguiar II (capim branco II), até a ponte de Tupaciguara na rodovia MG 223.

Comentários

5 respostas para “Piracema começa em novembro”

  1. Eu queria saber se a piracema no estado do rio de janeiro segue as mesmas regras do estado de Minas Gerais, ou seja, começa em novembro e termina em fevereiro.

  2. Acho que o estado não deveria incentivar a pesca profissional, pois estes que usam a pesca predatoria em nossos rios passando redes enormes e matando todos os tipos de peixes da nossa região.
    A solução para estes pescadores seria o incentivo do governo para elaborar progetos de criatorio de peixes para esses profissionais com baixo custo para a sua manutenção.

Deixe uma resposta


8 + cinco =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.