Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

1/05/2012 21:24

Polícia Rodoviária registra dez mortes durante o feriado prolongado

Repórter

Polícia Rodoviária registra mais mortes no feriado do Trabalhador do que na Semana Santa

Pelo menos dez pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais e estaduais que cortam o Triângulo Mineiro, durante o feriado prolongado resultante do Dia do Trabalhador. O número, obtido por contagem informal do CORREIO de Uberlândia, superou ao registrado na Semana Santa, no mês passado, quando quatro óbitos foram contabilizados.

Nenhum dos casos de morte ocorreu em Uberlândia. Dentro do município, segundo dados preliminares das polícias rodoviárias Estadual e Federal, foram registrados cerca de 20 colisões sem mortes. “Como esperado, a quantidade de acidentes foi considerada habitual a princípio”, disse o inspetor PRF, Willian Carlos Romero.

Mesmo com expectativa de normalidade, segundo o inspetor, foram adotados esquemas policiais semelhantes aos tomados em feriados tradicionais. “Blitze foram planejadas e houve patrulhamentos prolongados”, afirmou. Um balanço oficial das ações nos quatro dias deverá ser divulgado neste quarta-feira (2).

Nesta terça-feira (1º), na volta para casa, a PRF registrou um aumento no fluxo de veículos nas rodovias a partir das 16h. Não foi possível levantar estatísticas para saber quantos veículos a mais passaram, principalmente, pelas três BRs (365, 050, 452) em relação aos dias normais.

Mortes

No domingo (1º), durante à tarde, um homem não resistiu a um acidente próximo ao trevo de Monte Alegre, no km 690 da BR-365, a 50 quilômetros de Uberlândia. A PRF ainda investiga as circunstâncias do acidente.

Já na segunda-feira, na BR-153, próximo a Frutal, as vítimas Sesalpina Maria de Oliveira, Wesley Oliveira de Morais, Maila Santhiago Fiúza e Giovana Cristina de Oliveira Dias morreram depois que o carro em que estavam foi atingido por uma carreta que escorregou e tombou na pista.

No dia anterior (29), Luci Dias da Silva Martins, 57, capotou o carro ao fazer uma ultrapassagem na MG-748, entre Araguari e Indianópolis, e morreu em seguida. E no sábado (28), o carro em que os irmãos Celso Pinheiro Carvalho, 49, e Rodrigo Pinheiro Carvalho, 38, ocupavam bateu na traseira de um caminhão de areia e, com o impacto, não resistiram.

Uberlândia

O acidente mais grave, dos cerca de 20 registrados durante o feriado prolongado em Uberlândia, ocorreu terça-feira (1º) à tarde na BR-050. Um casal que seguia em uma moto morreu depois de perder o controle do veículo e entrar embaixo de um caminhão.

Comentários (2)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Euripedes disse:02/05/12 1:06

    É com tristeza que informamos o falecimento dos dois jovens: Fernando e Roberta, neste dia 1º de maio. Os dois não resistiram aos ferimentos. São mais duas vítimas na estatísca de um final de semana prolongado, neste transito violento de nosso estado.

    Responder
    • Rogerio J D S disse:02/05/12 9:03

      Prezado Euripedes: Não é o trânsito de nosso estado que é violento. É no BRASIL todo. Infelizmente. As nossas autoridades fazem de conta que estão fiscalizando as estradas. E o resultado é isso aí. Salve-se quem puder.

      Responder