Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

4/09/2013 10:42

Preço do litro do álcool terá redução de até R$ 0,05, em todo o Estado de Minas Gerais

Repórter

O preço do etanol nos postos de combustíveis de Minas Gerais deve reduzir-se entre R$ 0,01 e R$ 0,05 neste mês, segundo estimativa de entidades envolvidas na cadeia do derivado de cana-de-açúcar, e aumentará a competitividade do álcool ainda mais em Uberlândia. Praticado localmente no valor médio de R$ 2,03, com a queda, o combustível poderá ser encontrado abaixo dos R$ 2 na maioria das bombas. Com isso, o custo do álcool deverá representar menos de 67% do preço atual da gasolina, que é entre R$ 3,02 e R$ 3,07.

Preço do litro do álcool terá redução de até R$ 0,05, em todo o Estado de Minas Gerais

Com redução, valor do litro do etanol deve ficar abaixo dos R$ 2 (Foto: Paulo Gustavo)

A redução prevista do etanol, explica o secretário-executivo da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), Mário Ferreira Campos Filho, é uma margem de trabalho pautada pela diminuição do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), base de cálculo usado para recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), desde o dia 1º de setembro. Conforme publicação no “Diário Oficial da União” em agosto, o índice caiu de R$ R$ 2,17 para R$ 2,11, enquanto o marcador para gasolina alterou de R$ 2,97 para R$ 2,99.

“Com essa e outras condições atraentes [tributos PIS e Cofins zerados], demorou, mas estamos presenciando, desde o último mês, um aumento de consumo de etanol gradativo que deve se manter até o fim do ano [quando a safra de cana-de-açúcar se encerra]”, disse Campos Filho. Segundo ele, essa nova circunstância demandou uma saída entre 15% e 20% a mais do combustível das usinas do que o visto em anos passado.

Nos postos da cidade, conforme o vice-diretor regional do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro), Marcelo Alcântara, o índice de aumento de consumo do álcool também chega a 20% ou mais. “Por exemplo, um estabelecimento que vendia 500 litros por dia, hoje, já vende 600 para mais”, afirmou. Quanto à redução prevista, Alcântara diz que os estabelecimentos locais somente estão esperando o repasse da margem que o PMPF deu às usinas e distribuidoras para mudarem seus preços nas placas informativas.

Em um mês, preço do litro do etanol teve queda em 19 estados do país

Em um mês, os preços do etanol nos postos de combustíveis do Brasil caíram em 19 estados, segundo levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Apesar disso, o derivado de cana-de-açúcar continua competitivo, conforme a pesquisa, em Goiás, Mato Grosso, no Paraná e São Paulo, além de Minas Gerais.

O estudo mostra que preço em Goiás equivale a 65,06% do da gasolina. Em Mato Grosso, a relação está em 65,63%, no Paraná, em 66,70%, e, e em São Paulo, em 64,06%. Essa relação fica entre 69% e 70% em Minas.
Em termos de preços, no país, o valor mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,25 o litro no Estado de São Paulo e o máximo de R$ 3,02 o litro no Rio Grande do Sul.

Gasolina

Aqueles que não têm carros flex ou exclusivamente a álcool e dependem da gasolina devem continuar pagando valores nos mesmos patamares vistos recentemente no derivado do petróleo. Ainda ontem, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, reiterou que o governo não cogita um reajuste da gasolina atualmente. Isso porque a Petrobras tem o papel de tentar equiparar os preços praticados aqui aos padrões internacionais para não comprometer os investimentos da empresa.

Comentários (5)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Silson disse:04/09/13 11:18

    Visite Uberlândia e pague o combustível mais caro da região.

    Responder
  2. José Humberto disse:04/09/13 12:03

    Alguém aí me explica, por favor: estive em Uberaba no último final de semana e paguei R$ 1,89 pelo litro do etanol. Por que aqui em Uberlândia estamos pagando R$ 2,03 , em média? O que justifica os R$ 0,14 de diferença entre as duas cidades distantes cerca de 100 km???? Aliás, na BR-050 já encontramos o etanol no patamar de Uberaba.

    Responder
  3. marcos disse:04/09/13 12:59

    É muito curioso, saindo um pouquinho da cidade o preço da gasolina cai para 2,89…Por que será né??

    Responder
  4. Evandro disse:04/09/13 13:54

    Estou morando no estado de São Paulo faz um ano, vou a cada 2 semanas para Uberlândia, fico assustado com a diferença do preço dos combústiveis, já no primeiro posto da Anhanguera a diferença varia de 20 a 50 centavos, no ultimo final de semana encontrei etanol a R$1,64 o litro, isso por causa da diferença de imposto,” imagina se existisse um cartel na cidade de Uberlândia onde os postos fossem todos o mesmo preço variando 1 a 2 centavos ? “

    Responder
  5. jose otario disse:04/09/13 15:17

    redução de apenas 0,05 centavos no álcool, deveria ter era redução de 1 real, haja vista que é produção rural, nada haver com petróleo.

    Responder