Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

28/12/2012 7:15

Pagamento das férias não será antecipado para os professores municipais

Jornalista

Atual prefeito Odelmo Leão negou que a decisão de não fazer o adiantamento do pagamento das férias tenha qualquer relação com o resultado desfavorável na eleição

Ao contrário dos últimos sete anos, a Prefeitura de Uberlândia não vai pagar nesta sexta-feira (28) a antecipação das férias coletivas para professores e outras categorias dentro da Secretaria de Educação que estão inseridas no calendário letivo da rede municipal de ensino.

Normalmente, as férias coletivas eram previstas para começar em 31 de dezembro e o pagamento era realizado no dia 28 do mesmo mês. Isso ocorreu durante todo o período de dois mandatos do atual prefeito Odelmo Leão (PP). O calendário letivo para 2013, no entanto, prevê recesso entre os dias 2 e 6 de janeiro e o início das férias coletivas a partir do dia 7 de janeiro até 5 de fevereiro.

“O próximo governo assume dia 1º (de janeiro) em um período de recesso que vai até o dia 7, para que ele (Gilmar Machado) possa chamar os professores. Os funcionários estarão à disposição dele. Esse pagamento no dia 28 era uma antecipação na minha gestão. Era uma decisão minha”, afirmou o prefeito Odelmo Leão. “Mas o próximo calendário é uma decisão do próximo prefeito”, disse Odelmo.

Segundo o atual prefeito, o mesmo fato ocorreu na transição de governo entre 2004 e 2005 – momento em que ele assumiu o governo municipal -, quando as férias foram pagas já dentro do período do novo governo que assumia. “Tem parecer jurídico da Procuradoria e da Controladoria interna para isso”, afirmou.

A direção do Sindicato dos Professores Municipais de Uberlândia (SinPMU) considerou “lamentável” o adiamento do pagamento das férias coletivas de janeiro para a categoria.

“O Sindicato procurou o Recursos Humanos da prefeitura, que nos informou que será o próximo prefeito quem fará até a previsão do pagamento das férias. É lamentável e não esperávamos isso do prefeito Odelmo Leão”, afirmou a presidente do SinPMU, Gilvana Pimenta. “A gente vê isso como uma questão política, como uma retaliação à educação, por causa do resultado da eleição (municipal de 2012)”, disse a dirigente sindical.

O atual prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, negou, ontem, que a decisão de não fazer o adiantamento do pagamento das férias tenha qualquer relação com o resultado desfavorável na eleição que teve Gilmar Machado (PT) como vencedor na disputa pelo cargo de chefe do Executivo. “A próxima gestão pode chegar aqui no dia 2, que é o primeiro dia útil, e mudar todo o calendário. Ele (Gilmar Machado) pode chegar aqui e falar que não é no dia 7 (que se iniciam as férias), mas que será no dia seguinte”, afirmou o prefeito.

Procurado pela reportagem do CORREIO de Uberlândia ontem, no início da noite, por telefone, o prefeito eleito, Gilmar Machado, não foi localizado.

Comentários (50)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Uberlandense disse:28/12/12 7:56

    É isso professores! Agora fica falando que não esperavam isso do prefeito. Depois de votarem em massa no PT, vocês queriam o quê??

    Responder
    • Professora disse:28/12/12 18:58

      Uberlândense, você tem certeza que entendeu o conteúdo dessa matéria? Sinceramente, afirmo que faltou, para você, educação e instrução, uma vez que não entendeu uma simples mensagem! Vá estudar “mané”!

      Responder
    • Mauricio disse:28/12/12 19:39

      Mas onde está o profissionalismo do prefeito? Se não votar nele não tem pagto antecipado? Vegonha, por essa postura é que perdeu.

      Responder
    • Silvana disse:29/12/12 8:44

      Votaráimaos mil vezes se preciso. Precisamos é de um prefeito que governa para as pessoas não para as elites meu “caro uberlandese”.

      Responder
  2. Eu disse:28/12/12 8:13

    TOMA professores, choram de barriga cheia, ganham mais que os demais profissionais com o mesmo nível de graduação, tem duas férias por ano, a maioria trabalha apenas 1 período, fazem greves desnecessárias, arbitrárias e injustas, a qualidade da educação é péeeeessima graças ao desinteresse da classe…. ACHO POUCO!!

    Responder
    • Franciele disse:28/12/12 16:53

      Devemos observar também a saúde de nossa cidade, nas UAIS não tem médicos e nem remédios para a população. A Av. Rondon Pacheco está linda e o viaduto em frente ao shopping também, porém somos pessoas e precisamos principalmente de saúde e educação. Enquanto o “EU” dispara contra os professores, ele não percebe que a retaliação é contra a população de Uberlândia inteira e não só contra os educadores. Ah! “Eu” quando tiver outro concurso público eu te aviso assim você mata essa vontade de ser funcionário público. Odelmo esperávamos mais de você.

      Responder
    • Direito disse:28/12/12 18:24

      Professores vcs tem todo meu respeito, pois sao vencedores, admiro o trabalho de vcs e deveriam ganhar o dobro que ganham pra aguentar a educação de hj, as pessoas nao sabem o que postam , desmerecem a propria educação que receberam. se nao estao em um posto melhor porque nao quiseram estudar , ai e um problema particular de cada um, continuem lutando pelos seus direitos. Um lindo 2013 pra todos os professores!!!

      Responder
    • Mauricio disse:28/12/12 20:23

      Ganham mais porque a carreira de professor é mais importante que muitas, já que estão formando os profissionais do futuro. Deveriam ganhar o dobro.

      Responder
    • LELIS disse:29/12/12 8:41

      EU? ISTO NÃO É NOME E SIM UM APELIDO DE UM COVARDE Q NÃO TEM CORAGEM DE INDENTIFICAR. COM CERTESA VC DEVE TER SIDO FORMADO POR BURROS, CAVALOS, MATOS……DEIXA DE SER RIDICULO.

      Responder
    • Ana disse:30/12/12 18:18

      Vai ser professor!

      Responder
  3. Eu disse:28/12/12 8:52

    Não é a toa que sua trupe perdeu a eleição, esse tipo de atitude é típico dele!

    Responder
    • LELIS disse:29/12/12 8:44

      VC É UM REVOLTADO DA VIDA. É LOGICO QUE O ODELMO NÃO CONCORDA COM A DERROTA. VAZ MAIS VIADUTOS? PRECISAMOS É DE EDUCAÇÃO E SAÚDE, SEGURANÇA E COM O ESTADO.

      Responder
  4. paraguai disse:28/12/12 9:07

    agora ele parece mais humilde nao e aquele odelmo que quando iniciou o segundo mandato pois os fiscais da setran tomarem os passes de estudantes os passes livres os fiscais saiam correndo atras da dos usuarios passe livre e estudantes espero q nunca mais ganhe pra prefeito nem ele nem seus capangas

    Responder
  5. paraguai disse:28/12/12 9:14

    q vao se embora esus carrascos e nao voltem mais nem a passeio na prefeitura tomavam na marra os passe livres e de estudantes sem do tiveram o q merecia pensava q nunca saiam de la agora q vao procurar serviço nas empresas de onibus q tanto puxaram saco nois voces puniam as empresas de onibus nunca

    Responder
  6. SOLANGE disse:28/12/12 9:23

    Lamentável! Não esperávamos isso do Odelmo!às vezes um torna-se mais marcante que toda uma gestão digna, é uma pena! A transição na SME tem sido dolorosa, tem pessoas que estão até chorando, correndo atrás do novo governo,pois não querem largar o osso que roem há 8 anos ( cargos de confiança) que vergonha! Temos certeza que Gilmar não irá nos deixar na mão se tiver verba vamos receber rápido!

    Responder
  7. fala aí disse:28/12/12 9:49

    É, só agora a população de Uberlândia começa a perceber o que os servidores municipais passaram na mão desse truculento durante 8 anos. Estiveram todos submetidos a um prefeito autoritário, que usava medidas populistas para se dar bem, e de outro lado, era extremamente punitivo com qualquer um que dele discordasse. Aí, é claro que a imensa maioria dos servidores votou e trabalhou espontaneamente para eleger o Gilmar.

    O povo da cidade, quando vota, não escolhe somente o prefeito, escolhe quem vai ser o chefe dos servidores. E pior do que esse não esperamos ter outro.

    Responder
  8. fsfsf disse:28/12/12 9:59

    o prefeito Odelmo está retaliando, pois sabe que o funcionalismo municipal não votou nele. O dinheiro foi gasto nos viadutos, no teatro e nas obras eleitoreiras. As UAIS já não estão recebendo medicamentos; parece que ele não será mais candidato.

    Responder
  9. Lokao disse:28/12/12 10:15

    Esse Odelmo se fez de Santo, mas podem investigar os mandatos que ele teve na Prefeitura, vão descobrir cada coisa, mas cada coisa…

    Responder
  10. jucasilva disse:28/12/12 10:38

    Rondon Pacheco alagada, correria para inaugurar o teatro, ruas escuracadas, viaduto da Nicomedes caindo e agora essa dos professores. Final de mandato é queda da máscara!

    Responder
  11. educadora disse:28/12/12 10:42

    Já era de se esperar algum tipo de “vingança” por parte do ex prefeito…
    um governo no estilo dos Coronéis do século passado, no que diz respeito ao tratamento dado aos servidores. Ele mesmo admite que era opção dele, então poderia ter deixado como nos ultimos anos, foi inventar esta de aumentar o recesso. Atitude baixa e pobre por parte dele. Sujou ainda mais a sua imagem p/ nós. provavelmente não vai mais se candidatar a nada? não precisa mais dos servidores?? olha lá eim…

    Responder
  12. gilmar disse:28/12/12 10:43

    Com essa cara na foto, não precisa nem dizer que isso foi uma decisão politica. E nessas horas que conhecemos as pessoas e os políticos. E quem sai perdendo: o tal do professor, aquele que de vez em quando é lembrado que ensina as pessoas, o qual me enquadro. Viva o Gilmar!

    Responder
  13. denivaldo soares disse:28/12/12 11:14

    KKKKKKKKKKKKKKKKk. O coroné não quer fazer graça para as professoras. Elas não apoiram seu candidato. E nunca apoariam. Pau mandado do tia anastacia. Agora fica com essa vingancinha infantil de não pagar ferias antes, trabalhar no ultimo ano do seu mandato. O coroné e sua esposa não querem largar o osso. Tem que largar, a festa acabou. O último apaga a luz. E não deixem nenhuma conta prá trás…

    Responder
  14. SOLANGE disse:28/12/12 11:57

    a moderação do Correio está demorando quantos dias?

    Responder
  15. Dimas disse:28/12/12 12:12

    Agora quero ver o funcionalismo nas mãos de Gilmar, se ele conseguira cumprir todas as promessas de campanha e se dara conta de Administrar nossa cidade como prometeu. Encara os 6% de aumento no IPTU que já esta publicado no diario oficial do municipio para 2013 no dia 28/12/2012, aumento da tarifa de agua, pressão dos empresarios de coletivo para aumento da tarifa de onibus e tantas outras já negociadas no fim do mandato do atual prefeito e quase todas já definidas.
    Engole a mordida do Leão Gilmar.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
  16. Professor disse:28/12/12 12:32

    Foi a mesma situação em 2000 para 2001 Virgílio Galassi para Dr Zaire assumiu, não pagaram com esse discurso frágil e falaceiro. Na verdade sabemos que se trata de uma questão e decisão politicamente sarcasta contra os professores e contra o governo que começa. Bom saber perder e administra está acima dessa pecuinha administrativa. Sr Secretário da Educação e prefeito. Lembrando que neste ano de 2001 foi paga depois do dia 20 de Janeiro. Bom Gilmar Machado a bola é sua….

    Responder
    • Franciele disse:28/12/12 17:01

      Vamos torcer para ter dinheiro lá! Se tiver, o Gilmar paga no outro dia. Já vai tarde Odelmo.

      Responder
  17. CLAUDIO MAMEDE disse:28/12/12 13:24

    o ODELMO ABANDONOU A CIDADE QUE ESTA CHEIA DE BURACOS E MATO ,,,,UFA AINDA BEM QUE OS DIAS DELE ESTA ACABANDO

    Responder
  18. Airton Coelho disse:28/12/12 13:52

    Sr Prefeito Odelmo Leão e Prefeito eleito Gilmar Machado:
    Sirvo-me do presente para reclamar publicamente da maneira com que a Secretaria de Educação de Uberlândia vem conduzindo a renovação de matrícula das crianças que estão saindo do sistema creche para o ensino infantil.
    Minha neta estudou todo o ano letivo de 2012 no EMEI Prof. Sonia, bairro Mansour, limítrofe com o bairro Jardim Europa onde a mesma reside, bairro este que não dispõe de nenhum EMEI, escola municipal ou estadual.
    Ocorre que, ao completar 04 anos de idade no último dia 02/10/12 passaria automaticamente do sistema creche para o ensino infantil.
    Eu disse passaria.
    Pois, para surpresa de toda família, a Sra Diretora de tal EMEI recomendou a mãe (minha nora) da criança que efetuasse outra inscrição para qualquer outro EMEI de Uberlândia porque ali – EMEI Prof. Sonia – não poderia mais a sua criança estudar.
    Num verdadeiro “descarte”.
    Ora, a criança já estava matriculada no sistema de ensino do município. Era só transferí-la para uma escola infantil mais próxima dalí. No caso em questão seria o EMEI do bairro Mansour, antigo SESI, que dispõe de uma excelente e grande estrutura.
    Assim, atendendo tal recomendação, foi feita outra inscrição para o EMEI do bairro Mansour. Porém, para surpresa de toda família, mais uma vez, sua vaga foi negada.
    Para tal EMEI, numa primeira lista, consta apenas a chamada de 24 crianças para a realização da matrícula. Numa segunda lista de espera, publicada dia 21/12/12, minha neta aparece em 23º lugar. Ora, se existe apenas 24 vagas disponíveis, com certeza minha neta, a depender do sistema de ensino público oferecido pela Prefeitura de Uberlândia para o ano de 2013, ficará sem estudar e progredir no ensino infantil, visto que já completou 04 anos de idade.
    O pior que, ao procurar a atual senhora Diretora da referido EMEI/Mansour para saber qual a previsão de chamada da minha neta, ainda no início do ano de 2013, considerando estar ela na lista de espera em 23º lugar em um total de 24 disponíveis para o ano de 2013, esta, em clara demonstração de despreparo para o cargo que exerce, de maneira lacônica e arrogante, quase que nos mandando que saísse daquela escola, face aos questionamentos educados, diga-se de passagem, que fazíamos a respeito da negativa de vaga para a minha neta, nos disse que alí apenas cumpria ordens da Secretaria de Educação e que toda lista de agraciados já vinha pronta. E, por isso, considerando que a minha neta estava em 23º lugar, dificilmente a mesma seria convocada para matrícula no ano de 2013.
    Neste contexto devemos considerar que no bairro Jardim Europa, limítrofe, com o bairro Mansour que dispõe de dois EMEIs e escola infantil, não dispõe de nenhuma escola, quer seja municipal ou estadual.
    Assim, respeitosamente, indago do Exmº Sr Prefeito atual e ao eleito, como ficará a situação de minha neta e de outras centenas espalhadas por cidade de Uberlândia que necessitam de vagas nas escolas infantis para estudar no ano de 2013, máxime considerando que centenas delas já estão no sistema de ensino municipal e apenas progredindo de ano?
    Apenas lembrando aos senhores políticos que educação infantil é um direito constitucional de todas as crianças do Brasil previsto no inciso IV do artigo 208 e demais normas afins.

    Airton Coelho

    Responder
  19. TOMAS disse:28/12/12 14:18

    não vejo isto como questão politica , o próximo mandado é de outro prefeito então é esse prefeito que decide.O mesmo acontece com o aumento de servidor publico que não foi votado.

    Responder
  20. Leonardo Giocondo Toledo disse:28/12/12 14:30

    Com certeza foi um recado aqueles que nao votaram no candidato do prefeito. Se o Luiz Humberto tivesse ganhado, os professores estariam com salario em maos, sem a menor duvida.
    Mais um motivo pelo qual ele perdeu.
    Quero ver colocar outdoor nas ruas informando que nao houve esse pagamento.

    Responder
  21. Coelho Prados disse:28/12/12 16:27

    Que belo gesto de fim de mandato…. Porque não diz que não assegurou os recursos necessários para quitar o pagamento ?

    Responder
  22. Verdadeiro disse:28/12/12 16:52

    Essa turminha que está criticando a atitude do atual prefeito deveria se lembrar que a turma do PT e do PMDB que está entrando é a mesma que atrasava os salários de 1982 a 1988 e de 2011 a 2004. Na atual gestão nunca tive um dia sequer de atraso em minhas contas, sempre recebemos no dia certo, quanto a isso o prefeito Odelmo foi perfeito. A ingratidão é a madastra e a gratidão a mãe das virtudes, obrigado Odelmo, que Deus lhe dê vida e saúde para voltar em breve.

    Responder
    • Lana disse:28/12/12 22:54

      MUITO BEM VERDADEIRO….PERFEITO SEU COMENTÁRIO…

      Responder
    • Dedé disse:28/12/12 23:27

      Pois então sr verdadeiro, acho que você deve trabalhar a tempos na Prefeitura né? Acho muito engraçado você não se lembrar dos atrasos dos pagamentos dos coronéis. É lamentável. Quando vê assim, deve ser algum cargo de confiança que nem precisava do dinheiro pra sobreviver. Se você pesquisar vai ver quem mais atrasou salários meu bem.

      Responder
  23. EDUCADORA INFANTIL disse:28/12/12 16:56

    JA ERA DE SE ESPERAR!QUE PAPELAO ODELMO!!!!!!!QUE VENHA AS ELEIÇOES PARA GOVERNADOR…………..

    Responder
  24. Airton Coelho disse:28/12/12 17:30

    Longe de ficar a favor do atual prefeito. Muito longe mesmo!
    Sou a favor de se pagar os funcionários sim e já.
    Agora, que tem umas “Diretoras” de escolas municipais arrogantes e folgadas, isso tem, máxime algumas que dirigem EMEIs.
    Sr Prefeito eleito: a senhora “Diretora” do EMEI do bairro Mansour precisa receber aulas de boas maneiras. Principalmente de como lidar com os questionamentos dos pais/avós que tiveram negada a matricula de seus filhos/netos. Ela parece que é da mesma linha de truculência do atual prefeito. Ela não dá a mínima explicação plausível a respeito da falta de vagas na escola que dirige. Ela se limita a responder rispidamente e de cara “fechada/marrada” que não pode fazer nada.

    Responder
  25. José da Silva disse:28/12/12 17:32

    É uma vergonha !!!

    Responder
  26. Airton Coelho disse:28/12/12 17:45

    Sou a favor de se pagar os funcionários sim e já.
    Agora, que tem umas “Diretoras” de escolas municipais arrogantes e folgadas, isso tem, máxime algumas que dirigem EMEIs.
    Sr Prefeito eleito: a senhora “Diretora” do EMEI do bairro Mansour precisa receber aulas de boas maneiras. Principalmente de como lidar com os questionamentos dos pais/avós que tiveram negada a matricula de seus filhos/netos. Ela parece que é da mesma linha de truculência do atual prefeito. Ela não dá a mínima explicação plausível a respeito da falta de vagas na escola que dirige. Ela se limita a responder rispidamente e de cara “fechada/marrada” que não pode fazer nada.
    E para concluir ela praticamente “expulsa” as pessoas de perto dela deixando-as sozinhas e em seguida, numa atitude de falta de respeito, abre o portão que dá acesso a sua sala, demonstrando que o “papo” acabou e que as mesmas se retirem.
    É aquele velho e conhecido ditado popular: “para quem sabe ler um pingo é letra”.
    Traduzindo: se aquela “Diretora” encerrou o “papo” e abriu o portão é sinal que ela quer a nossa saída daquela escola, como se fosse sua “dona” fosse, não sabendo que aquela escola é pública.
    Portanto, senhor prefeito eleito – Gilmar Machado – solicitamos a vossa excelência que olhe com carinho e atença para a situação dos EMEI de Uberlândia, notadamente aquele do bairro Mansour que acabei de mencionar. Com mais carinho ainda a questão do péssímo atendimento dispensado aos pais/avós pela senhora “Diretora” do EMEI do bairro Mansour.

    Respeitosamente,

    Airton Coelho

    Responder
  27. alexandre disse:28/12/12 17:57

    É só responder nas urnas novamente! Daqui a dois anos ele vai querer ser deputado, senador, quiça governador (ou vice). Não se pode mais eleger pessoas com essa mentalidade mesquinha. O ato evidencia o interesse próprio, o desejo de poder e vida política para si, não para o povo!

    Responder
  28. Airton Coelho disse:28/12/12 18:02

    Senhor prefeito eleito – Gilmar Machado.

    Pela estrutura do EMEI do bairro Manour disponibilizar apenas uma sala do ensino infantil para alunos de 04 anos de idade com 24 vagas, na minha modesta opinião é brincar com coisa muito séria. Em tal estrutrua existe espaço para muito mais. É só uma questão de opção e boa vontade para atender mais humildes e necessitados.
    Portanto, senhor prefeito eleito, esperamos que o senhor ao tomar conhecimento de tal situação naquele EMEI/bairro Mansour, determine imediatamente que providências sejam tomadas no sentido de se buscar uma melhor adequação daquele espaço de tal sorte que possa atender a todas as crianças alí inscritas, num total de 37 na lista de espera. Assim, com tal medida dará àquele local uma melhor utilização, posto que hoje ele está sub utilizado.

    Respeitosamente,

    Airton Coelho

    Responder
  29. leoverdade disse:28/12/12 18:54

    Odelmo pensei que vc fosse um politico de peso, mas agora sei que vc não tem responsabilidade nenhuma e ainda esta fazendo esta ultima cagada.
    não voto mais em vc.

    Responder
  30. marisa g. silva disse:28/12/12 19:25

    A dirigente sindical Gilvana Pimenta está equivocada. A decisão de não fazer o pagamento das férias não tem nada a ver com o resultado desfavorável na eleição. Odelmo Leão não é desse nível.

    Responder
  31. Alexandre disse:28/12/12 21:57

    Se for verdade que o Odelmo aumentou o IPTU em Uberlândia em 6% isso reforça a triste concepção da cultura política que só pensa em criar impostos quando não aumentar os que já existem. Vamos recorrer ao bom Deus para que o Gilmar não vá contra nós: o povo.
    Quanto aos professores: situação lamentável.

    Responder
  32. ROGERIO ERNANE SILVA disse:28/12/12 22:53

    Saindo pela porta dos fundos… Que tristeza. Prefeito, Prefeito não faça isso!

    Responder
  33. Silvana disse:29/12/12 8:29

    Não tem nada a ver não ter ganho nas eleições, precisava é manter o respeito com a classe de professores como havia mantido nos anos anteriores, provavelmente irá se eleger novamente em algum outro cargo. Lembraremos disso também senhor Odelmo Leão Carneiro Sobrinho.

    Responder
  34. Consumidoradescontente disse:29/12/12 9:04

    DO PSDB SE ESPERA MAIS O QUE???????

    Responder
  35. Márcia Cury disse:29/12/12 10:49

    Sera que a Era Zaire esta de volta? Os senhores vereadores já receberam suas férias?

    Responder
  36. correa disse:29/12/12 12:06

    Caiu a máscara, revanchismo puro.

    Responder
    • grandona disse:29/12/12 23:56

      nem era o odelmo que iria ficar no mandato era aquele outro lá,deveria é estar feliz por perder,pois se ganhar iria ser um fiasco!

      Responder
  37. funcionaria publica disse:30/12/12 17:23

    Como funcionária publica, só tenho a lamentar a falta que esta administração vai fazer!Lá dentro nunca vi arbitrariedades ou autoritarismos. O que eu vi foi um trabalho em equipe, todos trabalhando para um bem comum e um “senhor prefeito”, muito capaz e muito humano. É mentira que ele agradava somente as classes dominantes! Vocês só estão cuspindo no prato que comeram….Infelizmente!!!!

    Responder