Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Serviço de Informações ao Cidadão é inaugurado

Celso Amorim inaugura sala de Serviço de Informações

O Ministério da Defesa inaugurou ontem seu Serviço de Informações ao Cidadão (SIC), pondo em prática o fim do sigilo que envolvia documentos sensíveis relativos às Forças Armadas e à segurança nacional. A medida estava prevista na Lei de Acesso à Informação, sancionada em novembro de 2011 pela presidente Dilma Rousseff, mas só agora ganha eficácia. Até o próximo dia 16, todos os Ministérios e órgãos centrais da administração pública deverão estar com o serviço implementado, sob pena de sanções.

Apesar das resistências iniciais de setores militares, a Defesa, para surpresa geral, instalou o serviço mais eficiente e acessível da Esplanada, segundo atestou o ministro chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, que participou do ato de inauguração realizado ontem, em companhia do ministro Celso Amorim, titular da Pasta. “Considero altamente simbólica esse ato para a democracia e para cidadania brasileira”, disse ele. “A Defesa abrange áreas as mais sensíveis, com expectativas, preocupações e dúvidas de toda ordem na sociedade quanto à implementação da lei”, explicou Hage

A Lei, segundo informou Celso Amorim, regulamentou o acesso a dados do governo para a imprensa, entidades civis e cidadãos em geral e estabeleceu o fim do sigilo eterno de documentos oficiais. O prazo máximo de sigilo foi limitado a 50 anos, prorrogáveis por até mais 25 anos para documentos ultrassecretos Para os secretos, o prazo máximo foi fixado em 15 anos e em cinco para os reservados.

Portaria baixada pela Pasta determinou a instalação de serviço semelhante de acesso a informações no Exército, Marinha e Aeronáutica, bem como na Escola Superior de Guerra e no Hospital das Forças Armadas. Dos 38 ministérios do governo Dilma, o da Defesa é o 24º a instalar o serviço. Os demais correm contra o relógio para entrar em funcionamento até a próxima quarta-feira

Comentários

3 respostas para “Serviço de Informações ao Cidadão é inaugurado”

  1. Que eu saiba, esta foto é do Oscar Niemeyer, no Museu de arte comtemporânea em Niterói. Não tem nada a ver com o serviço de informação.

Deixe uma resposta


− 1 = zero

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.