Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Settran não consegue notificar 3 mil motoristas infratores

Cerca de 500 motoristas que cometeram infrações na avenida Floriano Peixoto não foram encontrados para notificação

Cerca de 500 motoristas que cometeram infrações na avenida Floriano Peixoto não foram encontrados para notificação

A Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) notificou cerca de 4 mil proprietários de veículos, nesta semana, por não terem sido encontrados pelos agentes dos Correios nos endereços cadastrados no Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) para a entrega de notificações de penalidades por infrações de trânsito. Sem receber a notificação de infração, esses proprietários não poderão recorrer e deverão ser multados. Ao todo, as infrações somam R$ 450 mil.

A notificação publicada no “Diário Oficial do Município”, na quarta-feira (10), alerta sobre o prazo de 30 dias, a partir da publicação, para que os proprietários ainda possam recorrer das notificações na Junta Administrativa de Recursos de Infrações do Município de Uberlândia (Jari).

De acordo com o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Divonei Gonçalves, caso os donos dos veículos não se manifestem neste período, as notificações se transformarão em multas. “Por lei, as notificações só podem ser entregues em mãos, por meio de carta registrada. Quando não encontramos, temos que informar de alguma forma. Agora, depois da publicação, se não aparecerem, as multas serão lançadas no sistema do Detran-MG”, disse.

As notificações de infrações de trânsito abrangem infrações que vão de médias (quatro pontos na CNH) a gravíssimas (sete pontos na CNH), nos valores que variam de R$ 85,13 a R$ 574,62. Em alguns casos, um mesmo veículo possui cinco infrações registradas. “Mais cedo ou mais tarde, essas multas terão que ser quitadas para que os veículos possam ser regularizados”, disse Gonçalves.

Para atualizar o endereço cadastrado no Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), os proprietários dos veículos devem procurar a sede do departamento. Os documentos exigidos são o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), CPF e Carteira de Identidade Atualizada.

Avenidas do Centro lideram número de ocorrências

A avenida Floriano Peixoto lidera o ranking das vias com maior número de motoristas notificados por infrações de trânsito e não encontrados nos endereços cadastrados no Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG). Ao todo, 535 proprietários de veículos que passaram na Floriano e foram notificados não foram achados.
As avenidas João Naves de Ávila, com 442 motoristas não encontrados, e Rondon Pacheco, com 320, vêm em seguida.

Segundo a Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran), 3.732 notificações de trânsito não foram entregues aos proprietários dos veículos em Uberlândia devido a endereços incorretos.

Ao todo, em 2011, foram registradas 64,3 mil notificações de trânsito na cidade contra 39,5 mil em 2010. Os números correspondem aos registros feitos pela Settran e pela Polícia Militar (PM).

Alteração de endereço

- É preciso procurar sede do Detran

Endereço
Rua Gabriela Junqueira Freitas, 333
Jardim Patrícia

Horário
8h às 18h

- Documentos

CRLV
CPF
Carteira de Identidade Atualizada

Serviço é gratuito

- Informações no site do Detran

- Diário Oficial do Município
(onde foram publicados nomes dos motoristas não encontrados)

NÚMEROS

- Proprietários não encontrados

3.732 mil

- Onde foram notificados

Avenida Floriano Peixoto, 535

Avenida João Naves de Ávila, 442

Avenida Rondon Pacheco, 320

Avenida Marcos de Freitas Costa, 297

Avenida João Pinheiro, 174

Avenida Cesário Alvim, 121

Avenida Nicomedes Alves dos Santos, 109

Avenida Afonso Pena, 108

Avenida Antônio Thomaz Ferreira de Rezende, 87

Avenida José Fonseca e Silva, 82

Avenida Getúlio Vargas, 24

Avenida José Andraus Gassani, 15

Comentários

17 respostas para “Settran não consegue notificar 3 mil motoristas infratores”

  1. cabeção, não é a SETTRAN que entrega as multas, são os correios…. a SETTRAN aplica as multas…. ou vc já viu algum agente da SETTRAN indo à casa de alguém entregar correspondência?

  2. Todo mundo reclamando das multas mas ninguém deixa de usar o celular enquanto dirige, ninguém respeita a sinalização, todo mundo andando nas faixas da esquerda a 10kmh, vagas para idosos e portadores de necessidades especiais é só pra enfeite. Uberlândia é a cidade que tem os piores motoristas do mundo. Pode colocar 20 faixas na Rondon e nada irá mudar, o pbma está nas pessoas…

  3. Adeildo, concordo com vc, e digo mais, a SETTRAN deveria multar mais, deveria multar os pedestres e os ciclistas, está esperando o quê? Ahhh, me esqueci dos catadores de papelão, tem que multar esse pessoal também. Agora, não me levem a mal, mas no meu entender Autoridades, Agentes da Autoridade e Políticos deveriam ser isentos de pagamento de multa de trânsito.

  4. SETRAN DE UBERLÂNDIA É UMA PORCARIA, E O SITE DO DETRAN DE MINAS [E PORCARIA 2, NUNCA ESTA DISPONIVEL, ESTAMOS É LASCADOS, EU JA VOTO NULO FAZ 4 ANOS NUM VOU MAIS VOTAR EM POLITICOS DE CARA NENHUMA POIS SÃO A MESMA CARA E TENHO DITO.

  5. Se há multas é porque houveram infrações, se tem infrações, é porque ou houve desatenção imprudência ou “esperteza” (esperteza=malandragem), e quem comete são os condutores.
    Uberlândia é cidade de trânsito besta (ia dizer caótico, mas o sinônimo não cai bem, e sim besta/idiota).
    Falta de respeito com preferenciais (idosos/deficientes/pedestres), inversão de fluxos (conduz na esquerda e ultrapassa-se pela direita, e os motoqueiros se phodem), sinal amarelo quer dizer “acelere, vou fechar”, e não “atenção, pare, vou fechar”), e por aí vai.

  6. Gostaria de sugerir a settran que repensasse a engenharia de trânsito, principalmente a quilometragem exigida com radares nas subidas das avenidas olegário maciel 40km/h e duque de caxias 50km/h. Favor dedicarem tempo para análise desses fatores, pois a existência destas circunstâncias nas duas avenidas supracitadas, tem gerado inconvenientemente congestionamentos. É possível sim ter redutor, mas que seja no caso das referidas subidas de 60km/h, é o ideal é só colocar a engenharia para pensar e verificar “in loco” as situações

  7. Estive pessoalmente na prefeitura e solicitei que seja realizado um estudo para que o estacionamento de motos localizado na confluência da Av. Afonso Pena com Rua Cel. Antonio Alves Pereira seja transferido para outro local, isto já faz 2 meses e até a presente data nenhuma resposta sequer.

Deixe uma resposta


quatro + = 9

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.