Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Simulador de Direção será obrigatório para tirar CNH

A partir de junho de 2013, quem for tirar Carteira Nacional de Habilitação (CNH) da categoria B, válida para carros, deverá fazer ao menos cinco aulas de 30 minutos em um simulador de trânsito. Na semana passada, uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determinou a obrigatoriedade do uso do equipamento eletrônico em todas as autoescolas do país. O Simulador de Direção Veicular, como o aparelho é chamado, ainda não está disponível no mercado, mas, de acordo com estimativas, vai custar entre R$ 20 mil e R$ 50 mil.

O uso do aparelho tem a finalidade de gerar maior segurança ao processo de aprendizagem de direção. O aprendiz de motorista vai utilizar o simulador após terminar as aulas teóricas do curso. O aluno só poderá iniciar as aulas práticas de direção nas ruas após ter passado por, no mínimo, 150 minutos de direção simulada. O protótipo do Simulador de Direção Veicular foi exposto no estande do Ministério de Cidades no Salão do Automóvel de São Paulo, que acabou ontem.

O presidente da Associação das Autoescolas de Uberlândia, Gilmar Tavares, disse acreditar que o uso do simulador será benéfico ao processo de formação de condutores. Mas, para ele, a maioria das 32 autoescolas de Uberlândia não terão recursos para adquirir o aparelho. “O simulador ainda não foi homologado pelo Denatran e não sabemos o que a aquisição do aparelho pode significar em questão de custos”, disse.

Para o professor José Antônio Ferreira Borges, coordenador do laboratório de veículos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), ainda não é possível dizer se o simulador poderá aperfeiçoar o processo de formação de condutores.

Valor das aulas pode ser reajuste

Existe a expectativa de que o Simulador de Direção Veicular possa aumentar o preço das aulas em autoescolas. Segundo estimativas, o valor gasto para a compra do aparelho será similar ao de um veículo 0 km. Em Uberlândia, donos de autoescolas seguem suas atividades ante ao impasse gerado pela resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Edmar Geraldo de Sousa, proprietário de uma autoescola que fica no bairro Aparecida, na região central, disse acreditar em um repasse baixo aos alunos. “O valor [das aulas] já está onerado”, disse.

Comentários

9 respostas para “Simulador de Direção será obrigatório para tirar CNH”

  1. No fim das contas, o consumidor é que irá custear esse benefício. Uma tecnologia a ser adotada, mas polêmica, pois evita corrupção, é a instalação de câmeras para gravar o exame de direção, assim nós consumidores poderíamos recorrer de algumas arbitrariedades comuns nesse momento, além de combater a venda e compra de CNH>

  2. É mesmo bem lembrado Zé.
    Aonde anda a história do esquema de venda de CNH?
    Acabou em pizza?
    Porque a bonitona da delegada sumiu,ninguém fala mais nada.

  3. JÁ É POR DEMAIS ONEROSO O QUE UMA PESSOA PAGA PARA “COMPRAR” UMA HABILITAÇÃO EM UBERLÂNDIA AINDA VAI PIORAR? O PREÇO DAS AULAS !( A ENROLAÇÃO) AS REPROVAÇÕES… A MÁFIA JÁ NÃO É UM PREÇO SUFICIENTE?

  4. Tudo para alguém ganhar uns trocados a mais de quem precisa do documento.
    Tive um professor Sul Africano que disse que lá a habilitação não sai por mais de R$15,00 e vc vai para cadeia se cometer algum tipo de infração antes de obter a habilitação.
    Quem já não tinha a grana para tirar agora, não vai ter com o preço maior e continuará tentando a sorte e arriscando vidas no nosso trânsito.

  5. mais uma vez,estao fazendo a coisa errada,o que eles deveriam fazer,era realizar congressos com proprietarios de auto escolas para extrai um supra sumo do que devera ser feito para acabar com o indice de mortes nas estradas,estao perdendo tempo com alternativas que beneficiam somente a um grupo especulativo que ja vem tentando enfiar goela abaixo um simulador que a treis anos atras foi oferecido por quinze mil reais e que agora saltou para trinta,quem vai ganhar com isso,o aluno que vai brincar de video game oui os fabricante s de simuladores,perginto porque o denatran numca nos houve temos varias ideias de como reduzir o numero de mortes nas estradasm mas com certeza nossas ideias envolveria ,fiscalizaçao federal,estadual,municipal,area da saude defesa civil,bombeiros etc, em suma mobilizaria toda a sociedade e nao é um simples simulador que ira reduzir o indice de acidentes.damos alguns exemplos:estradas mal feitas,mal sinalizadas,mal fiscalizadas,policiais despreparados para a fiscalizaçao preventiva, nao adianta mutar o condutor devera ser feito um trabalho preventivo que sai mais barato,quando foi instituido o bafometro logo surgiram defensores dos direitos dos alccoolizados,portanto o que falta é uma conscientizaçao dos governantes para educar antes que aconteça atragedia,gastamos recursos do governo para ensinar o eleitor a votar, mas nao gastamos recursos para ensinar o condutor se comportar no dia a dia, entao senhores temos muitas ideias e sugestoes mas somos somente uma voz que clama sem que voces nos deem o real valor.

Deixe uma resposta


oito − 4 =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.