menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Startup de Uberlândia estará em evento de tecnologia nos EUA

Uberlândia tem representantes na TechCrunch Disrupt Conference, maior evento de tecnologia para startups – modelo de negócio que, numa definição simplificada, tem baixo custo e alcança grande lucro e mercado amplo em pouco tempo -, do mundo. Pablo Sales, CEO da Replay 4 Me, que criou uma plataforma de conteúdo digital para educação, e Roberto Viana, CTO (responsável pela área de Tecnologia) da empresa, são os participantes da cidade. Viana embarcou nesta sexta-feira (5), rumo ao Vale do Silício, região conhecida como polo mundial de inovações científicas situada em São Francisco, na Califórnia (Estados Unidos), para lançar o projeto no evento, que vai de 8 a 10 de setembro.

A Replay 4 Me foi selecionada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), para participar de uma missão com outras 29 startups brasileiras. Promovida em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), a missão vai até 13 de setembro. Além de participar do evento, os jovens vão fazer visitas técnicas a empresas.

Capa-Startup--Marcos.jpg

Assim que fundaram a Replay 4 Me, no início do ano, os jovens empreendedores de Uberlândia Pablo Sales e Roberto Viana desenvolveram um protótipo de alta fidelidade e convidaram seis instituições de ensino superior, básico e cursos livres de todo o Brasil para validar a ferramenta. (Foto: Marcos Ribeiro)

A inovação, que vai ser apresentada no evento pela startup uberlandense, foi criada em 120 dias e é definida pelos empresários como “a Netflix do mercado educacional”. O projeto propõe três soluções iniciais: o “replay”, em que o aluno revisa aulas do ensino presencial; o “repeteco”, que permite a troca de vídeos com dúvidas e esclarecimentos entre alunos e professores; e o “revisa”, para a publicação de conteúdos elaborados pela instituição para suprir as dúvidas levantadas pelos alunos nos demais canais.

A base do projeto é uma multiplataforma que converge as soluções e é acessada por alunos, professores e tutores, criando um ambiente colaborativo. O aplicativo é articulado a um hardware, desenvolvido pelos sócios, para captura de áudio e vídeo em sala de aula, edição automática do conteúdo e publicação.

Validação da multiplataforma é participativa

Assim que fundaram a Replay 4 Me, no início do ano, os jovens empreendedores de Uberlândia Pablo Sales e Roberto Viana desenvolveram um protótipo de alta fidelidade e convidaram seis instituições de ensino superior, básico e cursos livres de todo o Brasil para validar a ferramenta.

“Eles compraram a ideia e fecharam acordo comercial. A fase de validação vai até dezembro”, disse Sales. Até lá, como a tecnologia não está totalmente funcional, as instituições estão ajudando a construí-la, levantando demandas e propondo melhorias.

O conceito do projeto surgiu no início do ano, depois que Sales conheceu a experiência de um jovem que estudava no aplicativo social whatsapp, resolvendo e compartilhando questões de química com amigos. A partir daí, Sales e Viana fizeram três constatações. De que o aluno quer estudar via colaboração, não tem acesso a uma curadoria de conteúdo digital nem a uma plataforma virtual em que possa aprender e estudar. Segundo os empresários, estas são questões para as quais a Replay 4 Me pretende encontrar respostas.

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.