Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Técnico em necropsia lida diariamente com a morte

Giuliano Borges é técnico em necropsia e trabalha no IML da UFU

Lidar com a morte é uma tarefa diária de Giuliano Borges Terra, 30 anos. O técnico em necropsia trabalha há seis anos no Instituto Médico Legal (IML) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O curso técnico da profissão possui aulas práticas que duram seis meses e ensina sobre cada parte e órgão do corpo humano.

A função de um técnico em necropsia é de abrir um cadáver, mexer em todos os órgãos, retirá-los caso seja necessário e fechar o corpo. Enquanto isso, o médico legista ou patologista faz as análises para concluir o laudo e as causas da morte. “Considero uma profissão diferente, muitas pessoas tem curiosidade em saber como funciona. Quando comecei não imaginava que era tudo isso”, disse.

Segundo o técnico, cada corpo que abre para analise é diferente e o amor a profissão o torna uma pessoa centrada no trabalho. Ele aprende com cada experiência e não se sente uma pessoa ‘fria’ pelo fato de lidar com pessoas mortas. “Com o passar do tempo fui acostumando. O mais difícil de lidar é quando o corpo é de uma criança. Mas quando saio daqui esqueço tudo o que vi e nada fica na memória.”

A vontade de se dedicar à necropsia começou na adolescência. A mãe dele era enfermeira no Hospital de Clínicas da UFU e ele já conhecia o ambiente. “Quando criança eu tinha medo de entrar no IML, mas depois tive curiosidade e percebi que eu iria gostar deste trabalho”, disse.

Giuliano explica também que existem pessoas que têm preconceitos sobre o que faz por falta de conhecimento. “Às vezes nem pegam na minha mão, mas é preciso saber que usamos os mesmos acessórios de um médico em uma cirurgia. Só porque lidamos com mortos elas agem diferente”, disse.

Rotina

O técnico em necropsia Giuliano Borges trabalha na escala de 12h por 36h. Diariamente, ele lida, em média, com quatro corpos e o salário no IML é em torno de R$ 900. Além do IML da UFU, ele também trabalha em uma funerária onde prepara os corpos para serem velados, que é a Tanatopraxia.

Giuliano Borges explica que quando o corpo chega, aguardam seis horas para aparecerem os sinais de óbito da pessoa para depois começar o procedimento. São três tipos de necropsia: em caso de mortes violentas (acidente ou homicídio) é feita a perícia do IML; quando a pessoa morre sem causas aparentes é feito o Serviço de Verificação de Óbito (SVO). Também é feita a “necropsia da escola”, quando um paciente morre por alguma doença e os médicos decidem estudar as causas do falecimento, caso a família autorize.

Após as analises, o corpo é liberado para a família. No caso de pacientes não identificados, ele fica por um período no IML e depois é enterrado como indigente. “Não adianta ser uma pessoa arrogante ou tratar mal outras pessoas, pois o fim de todos é este: a morte”, disse.

Comentários

87 respostas para “Técnico em necropsia lida diariamente com a morte”

  1. R$900,00 o salário? Ôaaaaaaa…
    Tem que ter mto amor à profissão mesmo.

    E ainda bem que há pessoas que possam/queiram fazer esse tipo de trabalho, que é mto importante.

  2. “Técnico em necropsia lida diariamente com a morte”. Pensei que ele lidava com animais, isso é um absurdo, atenção redação como vocês publicam isso.

  3. Lidar com a morte é uma tarefa diária de Giuliano Borges Terra, 30 anos. O técnico em necropsia trabalha há seis anos no Instituto Médico Legal (IML) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O curso técnico da profissão possui aulas práticas que duram seis meses e ensina sobre cada parte e órgão do corpo humano

    CARO TIAGO DEU PRA VOCÊ ENTENDER QUE ELE TRABALHA COM O CORPO HUMANO ?” ENSINA CADA PARTE E ORGÃO DO CORPO HUMANO”
    AGORA FALA AI:
    AONDE VOCÊ OUVIR DIZER QUE FAZEM NECROPSIA EM ANIMAIS??

    PS* FAVOR PUBLICAR MEU COMENTÁRIO.

  4. “TÉCNICO EM NECROPSIA LIDA DIARIAMENTE COM A MORTE ” … PLEONÁSTICO, SARCÁSTICO OU SABE LÁ MEU DEUS A FORMAÇÃO DE TAL “REDATOR” !

  5. Professor lida diariamente com…..alunos ! Vendedor lida diariamente com ….compradores ! Motoristas de ônibus lidam diariamnete com….viajantes !
    Agora descubram, Técnicos em necropsia lidam diariamente com…… A) Os vivos B) Os desmaiados C) Os mortos ou falecidos .

    Só um informativo desta categoria mesmo….

  6. Parabéns Correio a reportagem é oportuna, diante da crise e procura por vagas de trabalho, está ai uma dica interessante. Resgata ainda o valor de profissionais como o técnico em necropsia. Que tal iniciar uma nova série de reportagens como essas desconhecidas e que tem pessoas como o Gilliano por coadjuvante de uma questão tão série como a Morte e outras profissões…Sugestões é idéias não faltaram num mundo do trabalho e de profissionais fundamentais …

  7. NOSSO O PROBLEMA NAO É O SERVIÇO NEM TENHO PRECONCEITO

    EU QUE SOU O PROBLEMA NEM POR 2.000,00 EU NAO TRABALHARIA…RSRSRSRSRS
    VIXIIIIII…..JA MORRO SOH DE PENSAR…KKKKKK

  8. Olá, que bom que gostou da reportagem. A ideia é mostrar as peculiaridades de algumas profissões, que pouco conhecemos, ou até é uma profissão “comum” mas que não lidamos com ela diariamente. No caso do técnico em necropsia, acho que poucos teriam a oportunidade de entrar em um IML e saber como funciona. Busquei esclarecer esta dúvida. Aproveito para perguntar: tem alguma sugestão de outras profissões que possamos fazer?

  9. Acho que é mais fácil lidar com os mortos do que com os vivos. Se ele faz alguma coisa errada, pelo menos o cliente não reclama. O salarinho até que tá bom, com tantos outros benefícios que a UFU oferece…

  10. nadaaaaaaaaaaaaaaaaa a verrrrrrrrr.kkkk//para garoto e eu não sou mula..e se tivesse gosto pela profissão de veterinaria me formaria so pra te atende…e se poder colocar uma logica na sua cabeça…

  11. gostei dos seus esclarecimentos
    sobre a profissão tec. em necrospsia,eu estou querendo
    fazer o curso ,hoje como esta o mercado de trabalho para o tec. em necrospsia,e qual o salario,e como se consegue trbalho na area ?
    Agradeço,e aguardo resposta.

  12. Nossa como eu gostaria de ser uma tecnica em necropsia sou tecnica de enfermagem na minha cidade que é MG mais çoeprecisamente Itabirito.Minha cidade é pequena o meu curso de tc eu fiz Bh cidade moais faproxima .vc ama muito o q faz ´pois eu amaria ser uma tecnica em necropsia bjs fica com deus adriana

  13. Parabens a estes profissionais quais eu admiro muito.e uma profissao que com amor para esercer;eu me identifico com giuliano e agora com os meus 33 anos vou iniciar o meu curso de tecnico de necropsia; ah nao vejo hora;

  14. gostaria de receber mas orientaçaõ sobre este curso me formei em auxiliar de necrópsia naõ atuo na area entra em contato comigo foi um praser entra na sua pagina obrigado

  15. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk boa tecnico em Necropsia mexe com animais bom na verdade existe dois tipos de Necropsia sim o de ser humano e dos animais..

  16. Para valeria olha seria otimo vc fazer uns estagios na tua cidade pois onde eu estou fazendo na minha e muito bom porque quando tiver concurso ou algo assim vc pode ter certesa que vc estara na lista desse trabalho se vc nao conseguir na civil tenta no municipal em hospitais regionais ajudam muito tbm a tua melhoria no trabalho…

  17. bruna, moro em santana no estado do amapá, sou fascinado por essá área,não temos esse curso aqui no estado. vc acha que esses cursos online valem a pena? vc poderia me indicar algum q eu possa fazer? um abraço.

  18. estou pensando em fazer este curso de necropsia, não sei se eu vou gosta, só sei que eu gosto de lidar com morto e tenho muita curiosidade, de ver como é este curso,…..vc faria mais por gosto ou por dinheiro..

  19. fidelis crus cordeiro ex aluno de marketyng/ saber penso eu na minha mais alto sessatez na verdade depois que morrer pra onde a gente vai ninguem saber poren so vivemos de passagem nesse mundo do cao

  20. fidelis crus cordeiro ex aluno de marketyng/ saber as vezes penso que a vida e uma loucura eo pensa tambem vivemos nesse mundo poren depois que morrer fica so as lenbranças mais a final pra onde vamos depois que morrer ja que ai fora no universo tudo e escuro

  21. Bom dia Giuliano,
    Vou prestar um concurso da setec pro cargo s.v.o, sera que voce pode mim ajudar, enviar material o que vc tiver ai .
    Aguardo
    Att
    Lucimar

  22. gostei muito de conhecer um pouco da vida do Giuliano, sou uma tec. de enfermagem e sou louca para fazer o curso mas o vale do aço nao nos oferece tal opçao. trabalho no lar dos Idosos em Coronel Fabriciano, MG. Amo o que faço mas gostaria de fazer algo diferente. Abraço adimiro muito o que faz.

  23. Eu tenho só 13 anos de idade tenho muitas curiosidades sobre esse trabalho, me sinto atraida por esse tipo de experiencias… pretendo fazer algo relacionado a um trabalho assim. gostei muito do que vc disse!

  24. Pelo que eu saiba, não existe o profissional “” Técnico em Necrópsia “” e sim o AUXILIAR EM NECRÓPSIA, fiz uma pesquisa junto a ANANEC e eles só formam auxiliares de necrópsia, sou formado nesse curso e devidamente registrado na ANANEC, trabalho a mais de 10 anos com anatomia humana na PUC-SP.

  25. E o meu sonho trabalha como técnico de necropsia ; não importa o salário,eu já fiz o curso
    E gostei muito.pena q não e valorizado; pq já tem muitas pessoas querendo uma vaga de trabalho como eu.Eu vou lutar para um dia ser um Técnico de necropsia.
    ah e se alguém souber de alguma coisa sobre essa vaga de trabalho me falar obrigado.

  26. A faculdade mais completa para se atuar na área forense é Biologia. Sou biólogo graduado, fiz pós em DNA e pesquisas laboratoriais. Trabalhei com necrópsia, entomologia, e biopsicologia.
    Prestei concurso e tirei de letra. Hoje sou perito em evidências criminais. Sou muito bem pago e realizei o sonho da minha vida.
    É isso galera! É só correr atrás que dá!
    Biologia é muito completo, e vc vê que não tem essa de ficar desempregado. O campo de atuação expandiu muito e o biológo está sendo uns dos profissionais mais bem respeitados!!
    Dou a maior força!!

  27. Otmo trabalho, pretendo trabalhar nesta área … mesmo com alguns riscos ”basicos”
    É um trabalho estranho,porem que mereçe muito respeito,pois se não fosse pelo Médico Legista e O Auxiliar muitos criminosos estariam soltos e muitas pessoas seriam enterradas com o menor valor…

  28. parabéns pela sua profissão eu técnica de enfermagem e amo minha profissão poder cuidar vc cuida depois da morte queo senhor te abencoe e realize todos seus sonho e desejo do coração.

  29. Parabéns por você ser oque você é , em breve estarei eu nesse ramo (Paixão por isso)
    Essas pessoas não sabem oque é essa provisão por isso só falam merdas … !

Deixe uma resposta


− oito = 1

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.