menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Tremores de terra sentidos em Uberlândia seguem sem explicação

Os tremores de terra relatados por moradores da zona sul de Uberlândia na última semana ainda seguem sem explicação e serão analisados pela Defesa Civil e o Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) informou que não houve registro referente a abalos sísmicos na região na data informada pelos moradores.

A hipótese inicial, conforme informou Dimas Alvim, coordenador da Defesa Civil, é que o tremor tenha sido causado por acomodações de terra. “As chuvas acumuladas podem ter ocasionado a movimentação de terra e o tremor. Vamos procurar uma maneira de diagnosticar esse fato, para estudo e também acalmar a população daquela região”, afirmou Alvim.

Durante o fim de semana, o Observatório Sismológico analisou seus equipamentos e não identificou nenhum registro em Uberlândia. O tremor foi relatado por moradores dos bairros Jardim das Acácias, Vigilato Pereira e Gávea. Neste último, segundo Dimas Alvim, houve uma notificação no sábado (30) de um novo tremor, mas nenhum dano foi registrado.

Segundo o professor e pesquisar da UNB George Sant França, caso haja outros casos semelhantes na cidade que não gerem registros claros nos equipamentos de medição, uma equipe do observatório será deslocada até Uberlândia para análises aprofundadas. “Não é algo preocupante, mas sim interessante, por ter sido sentido pela população mesmo sem ser registrado”, disse França.

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.