Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

UFU vai preencher 858 vagas com a lista de espera do Sisu

Após a convocação dos estudantes, o período para matrículas na UFU da lista de espera do Sisu será entre 9 e 10 de fevereiro

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) tem 858 vagas em 84 cursos de graduação disponíveis para preenchimento por meio da lista de espera do Sistema Unificado de Seleção (Sisu). Com o fim do prazo para matrícula dos aprovados em segunda chamada pelo Sisu, que ocorreu anteontem, apenas 52% das 1.789 vagas foram preenchidas e nenhum dos cursos teve todas as vagas ocupadas. Na primeira chamada, menos de 40% dos aprovados fizeram matrícula, deixando 1.081 vagas disponíveis.

Os nomes dos candidatos que farão parte da lista serão divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) no próximo sábado (4) e, na segunda-feira (6), a UFU divulgará a lista de convocados. O prazo para inscrição na lista de espera terminou ontem.

De acordo com o pró-reitor de graduação da UFU, Waldenor de Barros,
a lista de convocados será publicada com um número de candidatos 50% maior que o número de vagas disponíveis. “Temos o aval do MEC e isso nos dá uma garantia a mais de que o maior número de vagas será preenchido”, disse.

Após a convocação, o período para matrículas da lista de espera será entre 9 e 10 de fevereiro. O procedimento é diferente das demais chamadas. Desta vez, todos os candidatos que tiveram nomes divulgados pela UFU terão que comparecer à universidade para confirmar o interesse na vaga. Os candidatos que não comparecerem na data e hora marcadas serão considerados desistentes.

“A seleção na lista de espera é feita pela ordem de classificação, pela nota de cada candidato. Dessa forma, acredito que as chances são ampliadas, principalmente, para quem está fora do número de vagas disponíveis”, afirmou Waldenor de Barros.

Novas listas

Até o dia 15 de março, novas listas de espera poderão ser divulgadas. Segundo o pró-reitor de graduação da UFU, Waldenor de Barros, isso pode acontecer caso algum calouro matriculado não compareça em pelo menos 25% das aulas dos primeiros dez dias. “Neste caso, o aluno é considerado desistente. Assim chamamos o próximo da lista para não deixar vagas ociosas”, disse.

Segundo Waldenor de Barros, o índice de 52% de matrículas na segunda chamada do Sisu não assusta a instituição. O pró-reitor de graduação afirmou que o não comparecimento de candidatos costuma ser comum nos processos seletivos da universidade, a exemplo do Programa de Ação Afirmativa de Ingresso no Ensino Superior (Paaes), que está na segunda chamada e tem 76% das vagas preenchidas.

“Estamos tranquilos. Acreditamos que pelo menos 80% das vagas do Sisu serão ocupadas, ainda mais contando que a maioria dos candidatos da lista de espera é de estudantes da região, que agora ganham uma nova oportunidade”, disse Waldenor de Barros.

O estudante Pedro Paulo Perez Santoro, 18, está ansioso pelo resultado da lista de espera, já que aguarda por uma vaga no curso de Gestão em Saúde Ambiental. “Achei que conseguiria passar na primeira chamada. Estou chateado por não ter conseguido. Mas espero que agora possa dar certo”, disse.

Maioria não alcança 90% de ocupação

Apenas sete (8,3%) dos 84 cursos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) com vagas disponíveis pelo Sisu têm mais de 90% das vagas preenchidas. Entre eles estão Ciências da Computação (Integral), Ciências Contábeis (Integral), Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Biotecnologia, Medicina e Sistemas de Informação (Noturno). Este último curso conta com o maior índice de ocupação das vagas: 93% de matriculados. O curso com a mais baixa procura foi o de Ciências Biológicas (Noturno), no campus do Pontal, em Ituiutaba, com 6% de matrículas feitas.

Lista de Espera SiSU
858 vagas
Divulgação MEC – 4 de fevereiro
Divulgação convocados UFU – 6 de fevereiro
Matrículas lista de espera UFU – 9 e 10 de fevereiro
Cursos com mais de 90% de vagas preenchidas
Sistemas de Informação (Noturno) – 93%
Ciências da Computação (Integral)
Ciências Contábeis (Integral)
Engenharia Civil
Engenharia Mecânica
Biotecnologia
Medicina
Cursos com menos de 10% das vagas preenchidas
Ciências Biológicas (Noturno) – 6%

Comentários

25 respostas para “UFU vai preencher 858 vagas com a lista de espera do Sisu”

  1. o que eu mais queria na minha vida era passar no sisu, mais como não passei em nenhuma das chamadas!!!!
    estou esperando o resultado da lista de espera, espero que eu passe dessa vez por que minha familia não tem condições para pagar uma universidade particular e não quero para de estudar por que é o meu futuro e e é o que eu gosto de fazer!!!!

  2. Muitas pessoas inscreveram só para falar:olha eu passei na UFU,ou em outra faculdade Federal.Na realidade muitos estão preferindo ficar perto de casa mesmo que seja pelo PROUNI.Isso eu sei porque já ouvi muitos dizendo isto na fila do PROUNI.Inscreveram candidato de UDI no Pará,pode uma coisa desta?Agora tenho certeza que muitos inscreveram na UFU,de outros Estados,longe,que não viram mesmo.

  3. Não virão para a UFU,pois estão em outra universidade amis perto de casa.Só para atormentar os outros que querem mesmo estudar e,increveu em um curso que gosta e,uma universidade que sabem que podem cursar,tem condições de manterem em Uberlandia.

  4. isto foi a pior burrada q fizeram,gente lá do fim do país disputando vaga com a gente aqui da região, e foda mesmo, acham q estão facilitando mas só pioraram as coisas pra gente aqui.

  5. OLHA SÓ!! PESSOAS DE FORA PASSAM EM 10 UNIVERSIDADES E A ÚLTIMA OPÇÃO É A UFU, NINGUÉM QUER VIR PARA UBERLÂNDIA E TOMAM A VAGA DOS QUE QUEREM VIR. ISSO É BRASIL.

Deixe uma resposta


5 − = um

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.