Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Usuário de drogas é morto com 13 tiros

Durante a fuga, carro bateu no muro de uma casa

Um rapaz de 22 anos foi morto na madrugada deste domingo (6) no bairro Chácaras Tubalina, zona oeste da cidade. Leonardo Martins Gonçalves foi alvejado com 13 tiros disparados de um veículo preto que deixou o local sem que o autor fosse identificado.

A Polícia Militar foi chamada por testemunhas que acompanharam o crime, ocorrido por volta das 5h30, em frente a um espaço alugado para festas. De acordo com moradores das proximidades, que preferiram não se identificar, mas que conversaram com a reportagem do CORREIO de Uberlândia, o local é conhecido como problemático.

“Eles fazem festas nos fins de semana e sempre dá confusão. Desta vez tinha muita gente na rua e ouvi descarregarem um monte de tiros por volta das 5h. Quase não dormi”, disse um dos vizinhos.
A vítima foi encaminhada para o Pronto-Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), mas não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas ainda disseram que, durante a fuga, o veículo onde estava o autor dos disparos se chocou contra o muro de uma casa a algumas ruas do ocorrido. O para-choque do veículo ficou no local, mas o suspeito e outros envolvidos que estariam dando cobertura em um segundo carro escaparam.

A moradora da casa danificada, que não quis ser identificada, assustou-se com a batida. “Estava esperando minha neta e ouvi o barulho, seguido de tiros. Vi duas pessoas correndo e um carro com dois homens indo atrás deles”, afirmou.

O irmão da vítima, que não quis dar declarações, informou apenas que o jovem era usuário de drogas.

Comentários

15 respostas para “Usuário de drogas é morto com 13 tiros”

  1. Este é o fim de quem consome esta M…
    Sera que valha pena usar esta M..?
    Fala sério, esta P… deve ser muito bom pra estes idiotas gostarem mesmo sabendo o fim que eles levarão no futuro (bom pastor).

  2. se o congresso nacional trabalhasse como se espera, e editasse leis rigidas contra criminosos que praticam crimes hediondos, certamente a violência iria diminuir drasticamente, porém do congresso nacional ou dos politicos brasileiros podem esperar deitado que eles estão nem ai pro povo.

  3. Então tá na hora de soltar o goleiro Bruno. A mulher lá que sumiu também usava droga. Não se deve mais investigar também os assassinatos de empresários, jogadores de futebol, artistas, jornalistas e vários outros profissionais, porque muitas vítimas de homicídio usavam drogas, mas nem por isso morreram por conta de droga. É a hipocrisia sociopata do lixo para baixo do tapete.

  4. para que gastar 13 bastava um no lugar certo TINHA SOBRADO 12 PARA USAR DPS .
    SOU JACINTO PENA O HOMEM DO SAPATO ROXO

  5. Galerinha, pra que vir aqui comentar se não tem oqe falar?!
    Pelo amor de Deus, respeita o luto dos familiares. Pqe amanhã tb pode ser voce.

  6. Sousa eu sou a mãe da vitma . A dor que eu estou sentindo ngm pode imaginar agradeço vc pelo o seu depoimento consiente. E aos demais vai falar com Deus porque Deus muda todas as coisas até as nossas mentes.

  7. usuario de drogas? com passagens por roubo, homicidio, furto e trafico de drogas, o jornal entitulariza esse individuo apenas como usuario de drogas? e mae, vc sabe muito bem como seu filho era, sabia de tudo que ele fazia, ja era de se imaginar, esse ai nao mata mais ninguem, nao rouba mais ninguem, e da sossego para a humanidade, agora familia, explica ai, porque sairam fugido do bairro campo alegre? esteja em paz, finado lolo.

Deixe uma resposta


oito − 8 =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.