Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Cidade e Região

Vítima de tentativa de homicídio morre no hospital

Morreu nesta sexta-feira (24), pela manhã, no Hospital de Clinicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), Wallysson Fabrício dos Santos Freitas. Ele é um dos dois jovens de 18 anos, vítimas de uma tentativa de homicídio na última segunda-feira (20), à tarde, no bairro São Jorge, zona sul de Uberlândia.

De acordo com informações de testemunhas, dois veículos se aproximaram das vítimas e os ocupantes de um dos carros começaram a atirar.

Segundo a Polícia Militar (PM), os rapazes, que têm vários registros policiais, estavam em uma moto na rua Chapadão do Bugre, quando foram atingidos pelos disparos.

Wallysson foi baleado na cabeça, passou por cirurgia, estava em estado grave, e hoje não resistiu aos ferimentos. O outro rapaz que estava na moto levou um tiro no rosto e não corre risco de morrer.
Com este caso a PM registra 31 mortes violentas em 2012, na cidade.

Comentários

20 respostas para “Vítima de tentativa de homicídio morre no hospital”

  1. É AQUELA VELHA HISTÓRIA…..
    E O PIOR NÃO É A MORTE DO INDIVIDUO E SIM QUE ELE ESTAVA OCUPANDO O DIREITO DE ALGUÉM QUE ESTÁ NA FILA DE ATENDIMENTO DO HC ESPERANDO POR UMA CIRURGIA ELETIVA TIRANDO ASSIM O DIREITO DE UM CIDADÃO HONESTO TER O TRATAMENTO ADEQUADO DA SUA SAÚDE, POIS ESSES MARGINAIS SEMPRE SÃO ATENDIDOS PRIMEIRO.
    SE ALGUÉM DÚVIDA PASSA UM DIA PERAMBULANDO PELO HC QUE VOCêS VÃO VER.

  2. Enquanto eles se matam tudo bem, o duro e quando começam a entrar e casa de familia, a cometerem latrocinio`´ roubo seguedo de morte´´isso sim e dificil..

  3. A noticia esta um pouco incompleta: na verdade foi constatada morte cerebral e hoje foi feita a retirada dos orgaõs (rins, figado e corneas)para doação. Moral da história: vidas serão salvas, Deus sempre dá um jeitinho em tudo.

Deixe uma resposta


8 − quatro =

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.