menu
publicidade
publicidade

Novo Som

ALMAH

Heavy metal com o lado bom do pop (Foto: Divulgação)

Edu Falaschi começa 2014 com os olhos em 2015, ano em que vai celebrar 25 anos de carreira. Nada mal para um artista dedicado ao heavy metal brasileiro, independentemente de qual idioma é usado nas composições. Mas, enquanto pensa em como celebrar essa marca histórica, ele se dedica ao Almah, que começou em 2006 como um projeto solo e hoje é uma das bandas mais atuantes do metal nacional. Eles estão em turnê com o quarto álbum, “Unfold”, lançado no ano passado.
Hoje, o Almah volta aos palcos uberlandenses com Edu nos vocais, Marcelo Barbosa e o músico convidado Ian Bemolator nas guitarras, o baixista Raphael Dafras e o baterista Marcelo Moreira. Eles se apresentam no London Pub, na festa “Clássicos do Rock”, que chega aos dez anos e que terá também show dos residentes da noite, a banda uberlandense TomaRock, com músicas que fazem jus ao nome da festa.
Em 2012, Edu Falaschi anunciou sua saída do Angra, banda com a qual gravou quatro discos desde 2001, e agora dedica-se integralmente ao Almah e a outros projetos sobre os quais você fica sabendo nessa entrevista que ele concedeu à Novo Som, que neste mês entra no ano 10.

CORREIO DE UBERLÂNDIA – Depois de pronto, quais as principais características de “Unfold” que, para vocês, ficaram mais evidentes e dão a cara da banda?
EDU FALASCHI – Somos uma banda que mistura o heavy metal com o lado bom do pop, com melodias fortes e populares. Quando eu componho os riffs de guitarras, faço numa linguagem simples e contemporânea, mas executamos no estilo heavy metal, isso cria nosso diferencial! Como disseram na Europa: “o Almah criou o groove metal”.

Como está sendo montado o repertório desta turnê? Fazem modificações de show para show?
Sim, às vezes, mudamos, mas a base é sempre a mesma, pois temos as músicas que são sempre as mais pedidas, essas não podemos mudar.

Há quanto tempo o Almah está com a formação atual e com o que cada um mais colabora?
Essa formação tem uns dois anos, cada músico tem sua importância dentro da banda. Somos um time e trabalhamos para o grupo sempre! A união faz a força e a banda só cresce com isso!

Atualmente, o Almah é seu único projeto?
Sim, é minha banda principal, mas tenho muito trabalho para este ano com o universo dos Animes, produções musicais etc. E tenho muitos planos para o ano que vem, em que completarei 25 anos de carreira. Será um ano de muitas novidades e celebração para mim e meus fãs.

Sabemos que o cenário do heavy metal no Brasil não é o ideal… Mas, em contrapartida, tem muita gente dedicada nesse meio. Para você, o que é mais bacana nesta cena e o que colabora contra a evolução dela?
O mais bacana é a perseverança das bandas de metal e o amor pelo rock que mantém a cena sempre viva e resistente. Não sei dizer um só fator que possa prejudicar a cena aqui, são muitas variáveis!

O que podemos esperar do Almah em 2014?
Muitos shows pelo Brasil, novidades com nossa loja online oficial no site, projeto do DVD, entre outras coisas.

Para encerrar, alguma lembrança em especial do seu público aqui em Uberlândia? Outra coisa, vocês são atração dos 10 anos da festa Clássicos do Rock, na qual é prestado tributo a grandes clássicos do estilo. Como encaram os trabalhos de bandas cover?
Só tenho lembranças boas. Tocar em Uberlândia é maravilhoso! O público agita o tempo todo, é demais. Será uma honra estar no London para participar dessa festa! Acho legal banda cover também, mas prefiro bandas autorais!

Saiba mais

ALMAH É
Edu Falaschi (Vocais)
Marcelo Barbosa (Guitarras)
Raphael Dafras (Baixo)
Marcelo Moreira (Bateria)
Músico convidado
Ian Bemolator (guitarra)

TRACKLIST “UNFOLD”
01 “In my sleep”
02 “Beware the stroke”
03 “The hostage”
04 “Warm Wind”
05 “Raise the sun”
06 “Cannibals in suits”
07 “Wings of revolution”
08 “Believer”
09 “I do”
10 “You gotta stand”
11 “Treasure of the Gods”
12 “Farewell”

DISCOGRAFIA*
“Unfold” (2013)
“Motion” (2011)
“Fragile Equality” (2008)
“Almah” (2007)

*Site
www.almah.com.br

GIRO INDIE

Novo Som ano 10

Em 2014, a Novo Som entrou no seu ano 10. Desde 29 de janeiro de 2005, esse espaço é dedicado ao bom e velho rock and roll. Não importa se são artistas do mainstream ou do underground, se são veteranos ou novos, o que importa é manter viva essa chama e este estilo que, para mim, é um estilo de vida. Obrigada aos leitores do CORREIO de Uberlândia, impresso e site, aos meus colegas e diretor de conteúdo e às bandas, produtores e assessores de imprensa que me ajudam a manter as pedras rolando. Let´s rock!

(Foto: Divulgação)

AP7

A banda uberlandense AP7 (foto) é uma das atrações hoje na abertura para a banda Pollo, no Egypt Hall. Eles aproveitam o espaço para lançar uma nova música, “Nossa História”. Prometem mais novidades em breve.Para os detalhes desta festa, confira o roteiro.

 

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.