menu
publicidade
publicidade

Ponto de Vista

Brasil, eu acredito!

Já se tornou comum, nos últimos tempos, dizer que o PT está conturbando o desenvolvimento do nosso País e que já conseguiu, até, tirar-nos do cenário onde constam os países mais respeitados e socialmente desenvolvidos. E os motivos de tanta perturbação são diversos, claros, inquestionáveis, de tantas repercussões imprevisíveis, ameaças à vida em sociedade, novas denúncias surgindo a todo momento, choques de classes sociais, retorno da inflação, desemprego, corrupção, desvio de dinheiro público, critérios de produção e lucro colocados bem acima daquilo que entende-se por valores morais!

São milhões de brasileiros envergonhados e abalados enquanto à espera de algum sopro de esperança para tudo o que está aí e não visto e sentido há décadas neste País. Pode o Brasil continuar a dar sinais de dignidade para o seu povo ou pode o Brasil estacionar no tempo diante da sanha do mal de não poucos que continuam a dilapidá-lo? Até quando famílias inteiras suportarão assistir tanta desordem política a níveis nacional e regional?

Estudiosos, curiosos e palpiteiros procuram diariamente por respostas para esses e dezenas de outros quesitos nas mais diversas fontes e que possam fornecer explicações sobre como, onde e quando tudo começou e sobre como, onde e quando tudo poderá ter um fim! Eu diria que a cada nova e fantasiosa tentativa, mirabolante e gratuita, de algum membro do Governo Federal em explicar tanta desordem em nosso país, mais e mais crédito parece ganhar junto a milhões de brasileiros carentes de um mínimo de cultura política e que servem de massa de manobras para o governo que aí está.

A desonestidade parece ter ganhado status após tornar-se oficial em meio a muito o que ocorre em Brasília. Ora! Diante do quadro político que assim se põe e tenta impor-se diante de todos nós, qualquer brasileiro investido de real patriotismo é incitado a recorrer a dois grandes referenciais, sem os quais se arrisca soçobrar no mar tempestuoso de tudo o que se nos apresenta: a razão e a ação! Parece que no Brasil, hoje, muita gente raciocina apenas quando diante de algum cálculo matemático, fora desse setor parece não haver lugar para a razão; por outro lado a emoção impera; pessoas estão tornando-se cegas, insensíveis, deixando-se guiar por teorias e “profetas” que antes faziam belos discursos e hoje se passam por vítimas indefesas e acuadas, tentando, mais uma vez, comover-nos mediante fantasiosas expressões.

É passado o momento dos brasileiros não aceitarem proposição política alguma que não tenham suas credenciais ou fundamentação lógica que a recomende para o povão. O protótipo de um Brasil socialista e feliz era algo excepcional, justo, humanista, progressista, garantia a mais elevada produtividade do trabalho e o nível de vida mais alto, educação de primeiro mundo. Para quê? Para expandir a teoria socialista já morta e enterrada em diversos pontos do planeta e possibilitar, claro, a elevação do nível de vida das camadas privilegiadas da sociedade governamental. Mas o Brasil, por meio da Justiça, finalmente parece reencontrar o seu caminho rumo à honra. Acreditemos, sim, na nossa Justiça e no ponto em que encontra, sem deixar-se manipular por quem pode tornar-se vítima da mesma.

Gustavo Hoffay 

Agente Social

Uberlândia (MG)

Comentários

One Response to “Brasil, eu acredito!”

  1. “Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas…”
    (Guerra Junqueiro, escritor e poeta português, em “Pátria”, de 1896)
    #####################################################################################
    É o que aconteceu nestes quase 13 anos de PT na Presidência do Brasil, infelizmente.
    Agora, quem votou em Lula duas vezes, e em Dilma também em duplicidade, que aguente as consequências de seus atos lastimáveis, e rezem muito se ainda não perderam seus empregos na atual crise, que só vai piorar ainda mais…

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.