Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Entretenimento

Com show “Carta de Amor”, Maria Bethânia se apresenta em Uberlândia

Em um trecho da música “Carta de Amor”, Maria Bethânia canta “se choro, quando choro, e minha lágrima cai, é pra regar o capim que alimenta a vida”. Somente os amigos mais íntimos sabem se, e quando, a cantora chorou, desde o falecimento da mãe, Dona Canô, no dia 25 de dezembro do ano passado. Mas, hoje, a partir das 22h, os uberlandenses presentes ao Center Convention saberão de que forma essas lágrimas continuam a alimentar a carreira de 47 anos da baiana nascida há 66 anos em Santo Amaro da Purificação.

A turnê do álbum “Oásis de Bethânia” de Maria Bethânia tem a direção musical de Wagner Tiso (ao piano)

“Carta de Amor” também é o nome da turnê que a cantora traz, pela primeira vez, a Uberlândia, com clássicos e canções do álbum mais recente, “Oásis de Bethânia”, o 50º da carreira da artista. Entre as músicas que os fãs de Bethânia podem conferir, hoje, estão “Salmo”, “Carta de Amor”, “Velho Francisco” (de Chico Buarque), “Casablanca” (Roque Ferreira), além de composições, cantadas por ela pela primeira vez, de Arnaldo Antunes, Chico César e do irmão Caetano Veloso.
A turnê do álbum “Oásis de Bethânia”, lançado em março do ano passado, traz a novidade da direção musical de Wagner Tiso. Além de Tiso, como maestro e pianista, há as participações dos instrumentistas Gabriel Improta (violão e guitarra), Paulo Dafilin (violão e viola), Jorge Helder (baixo), Pantico Rocha (bateria), Marcelo Costa (percussão) e Marcio Mallard (cello). Tomás Ribas comanda a iluminação e o cenário do show.

Cenário

Bia Lessa, que dirige os espetáculos de Bethânia, disse que “o vazio deixado propositalmente no palco será preenchido por um tapete de tiras entrelaçadas, costuradas artesanalmente uma a uma, que remetem ao universo popular e erudito da cantora, e um pedaço de tronco que lembra a natureza e os seus ciclos”. Para a diretora de arte, o show é uma celebração ao canto, ofício de Bethânia.

Os ingressos para o show estão à venda e podem ser adquiridos no Center Shopping ou pelo site ingressorapido.com.br.

A diretora artística dos shows de Maria Bethânia fala com exclusividade ao CORREIO de Uberlândia

Bia Lessa conta como a a perda de Dona Canô influenciou na carreira de Bethânia

Em 2010, Maria Bethânia rodou o país com a turnê do show “Festa, Amor e Devoção”, dedicado à mãe, Dona Canô. O espetáculo dirigido por Bia Lessa exaltava a religiosidade de mãe e filha, baianas de Santo Amaro da Purificação. Em entrevista exclusiva ao CORREIO de Uberlândia, a diretora de arte Bia Lessa conta como a recente perda influencia o atual momento da carreira de Bethânia e, ainda, revela o que podem esperar os fãs no show da noite de hoje, à partir das 22h, no Center Convention.

CORREIO DE UBERLÂNDIA - Maria Bethânia vai incluir uma homenagem a Dona Canô nas apresentações da turnê “Carta de Amor”?
Bia Lessa – A Bethânia é uma artista sempre em movimento. Essa é uma das suas principais características. A cada show, a cada dia, ela está sempre pronta a aprimorar sua linguagem. Essa qualidade faz com que os shows permaneçam vivos infinitamente. E assim será.

Como é a interação entre os dois artistas e de que forma a musicalidade do maestro Wagner Tiso influencia a apresentação de Maria Bethânia?
A influência se dá por meio de um diálogo entre as diferentes culturas, do maestro mineiro e da cantora baiana. As linguagens são complementares. Vê-los juntos tem sido um prazer.

Você chegou a afirmar que o cenário do espetáculo é conciso e desenvolvido para retratar este momento de Maria Bethânia. Que momento é esse, na carreira de mais de 47 anos da cantora?
Um momento de apuro artístico, um momento de sabedoria e reflexão. Não há cenário; há apenas luz, que se torna concreta e se coisifica.

Mesmo com esse tempo de parceria entre a sua direção de arte e a energia de Maria Bethânia no palco, há espaço e momentos para aprender sempre e vislumbrar algo novo?
Acho que o trabalho é movido pelo desejo de realizarmos algo que ainda não fizemos. Assim é com a Bethania. Ela caminha para o futuro com os pés no presente e com o passado dentro de si.

SERVIÇO:

A turnê “Carta de Amor” de Maria Bethânia será apresentada hoje, às 22h, no Center Convention, na avenida João Naves de Ávila, 1331. Os ingressos estão venda no Center Shopping e ou pelo www.ingressorapido.com.br. Não será permitida a entrada após o início do espetáculo. Classificação: 16 anos. Menores de 7 a 16 anos entram somente acompanhados do responsável legal. Mais informações: (34) 9912-2901

Comentários

Uma resposta para “Com show “Carta de Amor”, Maria Bethânia se apresenta em Uberlândia”

  1. EntretenimentoNotícias de interesse geral de Uberlândia e região.
    Imprimir
    Comentar
    Enviar por e-mail
    Reportar erro
    2/03/2013 7:14
    Com show “Carta de Amor”, Maria Bethânia se apresenta em Uberlândia
    Pablo Pacheco Repórter

    Em um trecho da música “Carta de Amor”, Maria Bethânia canta “se choro, quando choro, e minha lágrima cai, é pra regar o capim que alimenta a vida”. Somente os amigos mais íntimos sabem se, e quando, a cantora chorou, desde o falecimento da mãe, Dona Canô, no dia 25 de dezembro do ano passado. Mas, hoje, a partir das 22h, os uberlandenses presentes ao Center Convention saberão de que forma essas lágrimas continuam a alimentar a carreira de 47 anos da baiana nascida há 66 anos em Santo Amaro da Purificação.

    A turnê do álbum “Oásis de Bethânia” de Maria Bethânia tem a direção musical de Wagner Tiso (ao piano)
    “Carta de Amor” também é o nome da turnê que a cantora traz, pela primeira vez, a Uberlândia, com clássicos e canções do álbum mais recente, “Oásis de Bethânia”, o 50º da carreira da artista. Entre as músicas que os fãs de Bethânia podem conferir, hoje, estão “Salmo”, “Carta de Amor”, “Velho Francisco” (de Chico Buarque), “Casablanca” (Roque Ferreira), além de composições, cantadas por ela pela primeira vez, de Arnaldo Antunes, Chico César e do irmão Caetano Veloso.
    A turnê do álbum “Oásis de Bethânia”, lançado em março do ano passado, traz a novidade da direção musical de Wagner Tiso. Além de Tiso, como maestro e pianista, há as participações dos instrumentistas Gabriel Improta (violão e guitarra), Paulo Dafilin (violão e viola), Jorge Helder (baixo), Pantico Rocha (bateria), Marcelo Costa (percussão) e Marcio Mallard (cello). Tomás Ribas comanda a iluminação e o cenário do show.

    CORREIO DE UBERLÂNDIA – Maria Bethânia vai incluir uma homenagem a Dona Canô nas apresentações da turnê “Carta de Amor”?

Deixe uma resposta


nove + = 14

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.