Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Entretenimento

Dança, música, teatro e discussões integram comemorações do Dia da Consciência Negra

Grupos de vários ritmos da cultura afrobrasileira se apresentam no Restaurante Universitário

O aniversário de morte do líder do movimento negro Zumbi dos Palmares, 20 de novembro, vem acompanhado de uma série de atividades culturais na cidade que incluem shows, exibições de filmes, mostra de danças e conversa de roda. As movimentações da data, incorporada ao calendário oficial como Dia Nacional da Consciência Negra, ganham destaque a partir de hoje e no sábado, com a Mostra Zumbi dos Palmares.

Grupos de vários ritmos da cultura afrobrasileira se apresentam no Restaurante Universitário do campus Santa Mônica e no Parque do Sabiá sob a insígnia do “Respeito às diferenças e à Diversidade Cultural”.

Realizada pela primeira vez pela Casa de Cultura Graça do Aché da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis(Proex/UFU), a Mostra reflete o resultado das ações do grupo aplicadas ao longo do ano com foco em inclusão social, conscientização e formação de jovens em escolas estaduais e bairros suburbanos. “Além das atividades artísticas que temos, vamos contar com apresentações de grupos parceiros como o Congado e outros instrumentistas, como Arnaldo Terra”, disse a coordenadora pedagógica da entidade, Cristina Perón.

Segundo ela, em torno de 1,7 mil pessoas foram beneficiadas com oficinas de capoeira, dança de rua, axé, danças afrocontemporâneas e palestras propostas neste ano pela equipe de oito artistas sociais do projeto. “O Centro funciona como espaço de aglutinação de atividades que servem de alternativa para evitar que essas pessoas cheguem ao caminho da violência e drogas. A Mostra vem para recuperar a esperança da paz social, possível em meio às diferenças”, afirmou a coordenadora.

Cultura negra

Na ocasião em que se comemora o Ano Internacional dos Afrodescendentes por determinação da Organização das Nações Unidas (ONU), a Secretaria Municipal de Cultura viabiliza até o próximo dia 30 uma programação para reflexão e valorização da cultura negra. O samba com toques eletrônicos da banda Art Popular é uma das atrações do roteiro.

Em sua estreia na cidade, o grupo leva para o pátio do Teatro Municipal na véspera do Dia Nacional da Consciência Negra canções de sucesso tocadas por oito anos em bares e boates de São Paulo. O projeto “Roda de Conversa” também abre espaço para discussão dos limites e superações do movimento negro na Oficina Cultural. “A Diretoria de Assuntos Afro-raciais tem como maior ganho os trabalhos realizados nas escolas de formação de professores e palestras para os alunos”, afirmou a secretária de Cultura Mônica Debs.

Mostra Zumbi dos Palmares

Data: 17 (quinta-feira)
Horário: 12h às 13h e 18h às 19h
Local: Restaurante Universitário do campus Santa Mônica (UFU)

19 (sábado)
Horário: 14h às 21h
Local: Parque do Sabiá
Show Dia da Consciência Negra – Art Popular
Data: 19 (sábado)
Horário: 20h30
Local: Teatro Municipal, Avenida Rondon Pacheco, 3.400, bairro Tibery

Conversa de Roda – Limites e Superações
Data: 24 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Local: Oficina Cultural de Uberlândia, Praça Clarimundo Carneiro, 204, Centro

Mostra de Danças Negras – Espetáculo Homens da Cia Será Q?
Data: 26 (sábado)
Horário: 20h30
Local: Teatro Municipal, Avenida Rondon Pacheco, 3.400, bairro Tibery

Encontro da Diversidade: Mutirão da Cultura
Data: 27(Domingo)
Horário: 9h às 20h30
Local: Centro Cultural Moçambique Estrela Guia, Rua do Dólar, 290, bairro São Jorge

Todas as atividades têm entrada franca.

Comentários

Deixe uma resposta


8 + = nove

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.