menu
publicidade
publicidade

Entretenimento

Exposição ‘I love os anos 80’ reúne peças que marcaram uma geração

Brinquedos, discos de vinil, videogames, histórias em quadrinhos, as vestimentas e até papéis de carta integram a exposição “I love anos 80”. Os itens fazem parte de um acervo que busca preservar e reviver a experiência de jovens e crianças dos anos de 1980. A atmosfera nostálgica criada permite ainda que pais possam apresentar aos filhos um pouco do foi a infância no período de ouro do fliperama, do Atari e dos filmes clássicos de terror como “A hora do pesadelo” e “Sexta-feira 13”. A exposição fica aberta ao público até o dia 30 deste mês, no Via Centro Shopping.

Giulliano Asa e Leandro Substance diante de algumas peças da exposição (Foto: Cleiton Borges)

Giulliano Asa e Leandro Substance diante de algumas peças da exposição (Foto: Cleiton Borges)

Tudo começou há três anos e meio quando um grupo formado por quatro amigos criou um espaço exclusivo para gravar vídeos e fazer comentários sobre jogos, séries e discos que ouviam na infância e adolescência nos anos 80. Foi assim que surgiu o Máquina Pop. Com atuação no site e nas mídias sociais, os amigos conseguiriam outros apaixonados pelos anos 80.

Hoje, o Máquina Pop, que realiza o evento, conta com a participação de Leandro Substance, Cláudia Salgado, Marcos Gomes e Giulliano Asa. “A nossa personalidade foi moldada nesse período. Ainda hoje, depois de adulto, as experiências daquele período estão muito vivas. Outras pessoas também compartilham desse mesmo sentimento e temos recebido vários objetos dessa época”, diz Asa, um dos organizadores da exposição.

Grande parte do acervo presente na exposição vem da doação dos fãs do Máquina Pop. É feito um termo de compromisso em que os organizadores recebem os objetos, mas não podem comercializá-los e firmam o acordo para devolver os itens doados caso o antigo dono queira novamente. “Funcionamos quase como um ‘guarda-roupas’ desses apaixonados pela década de 1980”, afirma Asa.

Em “I love anos 80”, é possível interagir com os videogames, como Atari, Nintendo, e se divertir jogando Pac-Man ou Nintendo. Nos embalos musicais, o público pode ouvir os discos de vinil mais tocados da época, desde os sucessos nacionais até os clássicos do rock. “A ideia é permitir que, em alguns casos, os visitantes possam experimentar essas sensações novamente”, diz Asa.

Encontro de gerações

De acordo com Giulliano Asa, um dos curadores da exposição, “I love anos 80” não é apenas o momento de os visitantes recordarem as boas lembranças ligadas a alguns objetos. Os jovens e adolescentes daquele período também cresceram e outros já têm filhos. “Presenciamos algumas vezes o encontro de gerações. De pais que mostram para os filhos como foi sua infância ou juventude”, diz.

Para o organizador Leandro Substance, a exposição não restringe audiência e tem atendido um público que apenas conhece os objetos e não vivenciou os tempos áureos de alguns elementos expostos. “Já vi muitas pessoas chegarem aqui apenas movidas pela curiosidade e saírem deslumbradas pelo que viram. A exposição vale muito como registro também”, diz Substance.

Asa e Substance mostram máquinas disponíveis para visitantes (Foto: Divulgação)

Asa e Substance mostram máquinas disponíveis para visitantes (Foto: Divulgação)

Serviço
A exposição “I love anos 80” está montada no Via Centro Shopping (avenida Afonso Pena, 1.177, Centro). O horário de visitações é de segunda a sábado das 11h às 20h. Os ingressos custam R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada). A exposição fica aberta ao público até o dia 31 deste mês. Outras informações: 3210-1174.

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.