menu
publicidade
publicidade

Entretenimento

Husky Siberiano ajudou a salvar vidas no Alaska

Apesar do grande porte, o huskies são extremamente dóceis com os humanos

Com aparência de lobo, o husky siberiano chama a atenção pelos olhos claros e pelos exuberantes. A raça foi desenvolvida há quase 2 mil anos para puxar trenós com cargas. Eles caminhavam por longas distâncias com pouca comida e a temperaturas que chegavam a -60º C.

No século 20, os huskies saíram da Sibéria e foram para o Alaska, onde conquistaram a simpatia do mundo ao ajudar a salvar uma população de uma aldeia da região. Os moradores foram atingidos por uma epidemia e tempestades de neve impediam que aviões chegassem ao local com remédios. Huskies siberianos foram mobilizados para arrastar trenós com medicamentos. Eles percorriam mais de mil quilômetros para socorrer a população.

No Brasil, a raça está entre as cinco mais populares desde 1990, segundo ranking da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). No entanto, a popularização da raça aumentou o número de huskies abandonados no país. Isso porque as pessoas se encantam pelos belos olhos do cão e o levam para casa sem conhecer sobre as particularidades e necessidades do animal.

Personalidade

A pelagem exuberante do husky não requer grandes cuidados

Apesar do porte grande, os huskies não são indicados para guarda. Eles são animais extremamente dóceis com os seres humanos. São cheios de energia e, para que eles não destruam jardins, roam móveis ou tentem fugir, é preciso que pratiquem exercícios físicos diariamente.

É um cão leal, companheiro, que quer agradar ao dono o tempo todo. Isso deve ser aproveitado em treinamentos de obediência.

Cuidados

A pelagem exuberante do husky não requer grandes cuidados. É um cão higiênico, cujo hábito é se lamber constantemente se mantendo limpo. O animal muda de pelo duas vezes por ano. Nessa fase, o cão deve ser escovado todos os dias para remover a pelagem morta e facilitar a limpeza do ambiente. É um cão resistente às doenças, podendo apresentar problemas relacionados à visão, como catarata, glaucoma, conjuntivite e atrofia progressiva da retina.

Comentários

Deixe uma resposta

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.