Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Esportes

Comitê garante que estádios estarão prontos seis meses antes da Copa de 2014

O Estádio Beira-Rio, do Internacional de Porto Alegre, tem o projeto mais atrasado

Todos os estádios que vão sediar jogos da Copa de 2014 estarão prontos seis meses antes do início da competição. A garantia é do gerente-geral de Estádios do Comitê Organizados Local (COL), Roberto Siviero. Ele acompanha pessoalmente cada projeto de construção, e disse ter certeza de que o Brasil nem de perto vai repetir a experiência da África do Sul, país que sediou a última Copa, e que terminou os estádios poucas semanas antes do início da competição.

Sobre a situação do Estádio Beira-Rio, do Internacional de Porto Alegre, que é o projeto mais atrasado, ele explicou que o impasse que envolvia a construtora foi resolvido. “Ao nosso ver, a questão foi solucionada. É lógico que temos de monitorar, pois o contrato [de construção] foi assinado recentemente”.

Já o presidente da CBF, José Maria Marin, disse que a atual preocupação da entidade é com a arena de Recife, que está com todas as obras atrasadas, incluindo as de infraestrutura elétrica, telecomunicações e acesso.

Marin declarou que esteve reunido, na semana passada, com dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), que demonstraram muita preocupação com o estádio da capital pernambucana, que deverá abrigar jogos da Copa das Confederações, no próximo ano.

Ele acredita que a arena de Recife estará pronta para receber as partidas em 2013, mas ressaltou que isso será definido no próximo dia 27, quando as obras serão vistoriadas por uma equipe da Fifa.

Durante a entrevista, Marin anunciou o nome do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto Filho, como o chefe da seleção brasileira na Olimpíada de Londres. Para comandar a delegação feminina de futebol, foi convidada a presidenta do Flamengo, Patrícia Amorim, que ficou de pensar sobre o convite.

Comentários

Deixe uma resposta


um + = 3

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.