Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Esportes

Operário morre ao cair de 30 metros no estádio Mané Garrincha

Acidente ocorreu no ponto mais alto do canteiro de obras de Brasília

O operário José Afonso de Oliveira Rodrigues, de 21 anos, morreu na tarde de ontem (11) no canteiro de obras do estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. O trabalhador caiu de uma altura de 30 metros, no ponto mais alto da construção, e morreu no local.

Rodrigues, de acordo com outros operários, usava o cinto de segurança no momento da queda. Não há, porém, informação se ele estava preso em alguma estrutura. Os bombeiros foram chamados, mas não conseguiram reanimá-lo. Após o acidente, as obras foram paralisadas.

Em nota, o governo do Distrito Federal lamentou o acidente e afirmou que o Consórcio Brasília 2014 tomará as providências para apurar o fato. Segundo o texto, a família do operário receberá apoio.

Veja na íntegra a nota do governo:

O Governo do Distrito Federal (GDF) lamenta o falecimento do operário José Afonso de Oliveira Rodrigues, 21 anos, ocorrido na tarde desta segunda-feira (11), no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, e se solidariza com sua família.

É uma fatalidade esse acidente acontecer em uma obra que ganhou recentemente o certificado SA 8000 (Social AccountAbility 8000) por conta da responsabilidade social com seus operários.

O GDF já solicitou ao Consórcio Brasília 2014, que é o responsável pela execução da obra, a adoção de todas as providências que se fizerem necessárias para apuração dos fatos, bem como de apoio à família da vítima.

Comentários

Deixe uma resposta


quatro + = 8

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.