Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Esportes

Quadro clínico de João Havelange é grave

O estado de saúde do presidente de honra da Fifa, João Havelange, é grave e inspira cuidados, segundo o único boletim médico divulgado até agora e que foi emitido na tarde de ontem. Não há previsão de alta para o dirigente de 95 anos, que foi presidente da então Confederação Brasileira de Desportos (CBD) por 18 anos, entre 1956 e 1974, e da Fifa por 24 anos, entre 1974 e 1998. Um novo boletim será emitido hoje.

O dirigente, responsável por conduzir o então genro Ricardo Teixeira à presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em 1989, foi internado com infecção grave na noite de domingo na Unidade Coronariana do Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio, e recebe tratamento com antibióticos por via
venosa.

Ontem, no hospital, ele recebeu várias visitas, entre elas a do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio, Carlos Arthur Nuzman. O presidente do Fluminense, clube do qual Havelange é torcedor, grande benemérito e presidente de honra, Peter Siemsen, divulgou nota pela “pronta recuperação” do dirigente. A atitude foi seguida pelo atual presidente da CBF, José Maria Marin.

Comentários

Deixe uma resposta


− 7 = dois

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.