Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Esportes

Roberta Kamila tenta índice para Olimpíadas de Londres

Roberta precisa reduzir seu tempo nos 100m livre em 1s

Roberta Kamila, nadadora do Praia Clube, está no Rio de Janeiro para participar da Tentativa Olímpica de Natação (TON), última oportunidade para os nadadores brasileiros conseguirem índice para os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Por volta das 10h de amanhã, no Parque Aquático Mária Lenk, a nadadora praiana tentará o sonho de representar o Brasil no revezamento 4x100m na Inglaterra.

Roberta Kamila é dona do sexto melhor tempo do ranking nacional nos 100m livre, prova que é a sua especialidade. Ela tem o tempo de 56s50 e precisa ficar entre as quatro primeiras do país cravando uma marca abaixo de 55s50. Segundo ela, trata-se de uma tarefa difícil, mas não impossível.

“Vai depender muito do dia e vários fatores físicos e técnicos, que podem contribuir para a conquista do índice ou não. Mas como a minha meta é estar entre as melhores nadadoras do Brasil, vou com tudo para tentar a classificação. Se não der, vou continuar treinando muito e me preparando para a Olimpíada do Brasil em 2016”, disse Roberta kamila, que tem 22 anos e nada pelo Praia Clube desde 2009, quando chegou de Ipatinga.
No mês passado, no Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Maria Lenk –, que também aconteceu no Rio de Janeiro, Roberta conseguiu um feito inédito para o Praia Clube ao conquistar a medalha de bronze nos 50m peito, prova que não é a sua especialidade.

Confira a programação

Hoje
400m livre (feminino e masculino); 100m peito (feminino); 200m medley (feminino).
Amanhã

100m livre (feminino e masculino); 200m costas (feminino e masculino); 100m borboleta (feminino e masculino).

Comentários

Deixe uma resposta


+ quatro = 12

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.