Assine o CORREIO
menu
publicidade
publicidade

Esportes

Uberlândia vai apostar na montagem de elenco jovem

Guto Braga disse que tem 3 nomes para assumir cargo de gerente

O presidente do Uberlândia Esporte Clube (UEC), Guto Braga, disse que o clube mudará o foco de contratações para as próximas competições, principalmente, o Campeonato Mineiro – Módulo II no ano que vem e Taça Minas Gerais a partir de agosto deste ano, caso do UEC participe. Acostumado em apostar em jogadores experientes e rodados no futebol mineiro, o Verdão passará a dar oportunidade para atletas jovens que têm espírito vencedor.

Uma das opções para assumir o cargo de gerente de futebol do clube é o ex-goleiro Ângelo Márcio, que já atuou pelo Uberlândia na década de 1990 e, atualmente, é gerente de futebol do Nacional (AM). Guto confirmou que Ângelo é um dos nomes fortes para o cargo, principalmente porque já tem anos de experiência na montagem de elencos, nas regiões centro-oeste e norte do país. Paulo Luciano, que esteve no clube no Módulo II deste ano, e Fernando Mariano também são nomes cotados para assumir a função.

“A ideia é que o jogador enxergue a bola como se fosse um prato de comida. O atleta que está começando e quer vencer na carreira tem uma visão diferente daqueles que podem estar acomodados no futebol”, disse Guto.

A prática em apostar em jogadores jovens e desconhecidos foi uma estratégia bastante utilizada, anos atrás, pelo Boa Esporte (Ituiutaba), quando o clube fez boas campanhas no Campeonato Mineiro – Módulo I, e, principalmente, no acesso do Campeonato Brasileiro – Série C para a Série B, em 2010.

Reunião

Hoje, às 19h, no CT Ninho do Periquito, acontece uma reunião entre a diretoria executiva, conselho gestor e o conselho deliberativo do Uberlândia Esporte. A reunião poderá definir a participação ou não do UEC na Taça Minas Gerais. O clube tenta arrecadar com o empresariado local pelo menos R$ 500 mil para entrar na competição, que teve o prazo de inscrições prorrogado pela Federação Mineira de Futebol (FMF) até o dia 1º de junho.

Comentários

5 respostas para “Uberlândia vai apostar na montagem de elenco jovem”

  1. ESTES CARAS DEMORARAM 6 ANOS PARA PERCEBER QUE TEM QUE APOSTAR E CONTRATAR JOGADORES JOVENS E NÃO DESMOTIVADOS EM FIM DE CARREIRA. TEVE UM JOGO QUE O UEC TINHA DOIS ATACANTES COM E 34 E 37 ANOS. AGORA O PRESIDENTE DISSE QUE VAI APOSTAR NOS JOVENS, MAS AINDA ASSIM, PRECISA SABER CONTRATAR.

  2. 500 mil com empresários, para jogar com a base e em no máximo 12 jogos.kkkkkkkkkk

    Só tem Lalau nessa diretoria.

    O Guarani foi a final do Paulista com 1 milhão em salários e mais 500 mil gastos com a competição que tem 25 jogos.

  3. É uma boa idéia… MAS TEM QUE TIRAR ESSE TRASEIRO GORDO DA CADEIRA MACIA E TRABALHAR. E NÃO DEIXA NA MÃO DO PRESIDENTE BOY NÃO QUE SÓ VIRA CAGADA…

  4. Caros, olá! Concordo geral….. Devemos descobrir novos talentos na nossa equipe Juniores, mas… sempre tem um mas…. Como está na matéria, o BOA(Ituiutaba) e qualquer criança que monta um time no condomínio ou na rua, sabem que um time tem que ter alguns jogadores para formar uma base de referência. E pergunte para essa mesma criança e para o BOA, se consideram o goleiro um dos que farão parte da referência. E responderão -tenho certeza-: SIM, ou seja, sem goleiro não dá. E, reforçando o que está dito na matéria, o BOA mesclou time e o Goleiro no acesso para o módulo I, era o Felipe Sanchez, lembram?Felipe Sanchez, neles, Guto.

Deixe uma resposta


+ cinco = 10

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

Em função do período de campanha eleitoral e em atenção à legislação vigente, o CORREIO de Uberlândia se reserva o direito de não publicar comentários com viés político/eleitoral direta ou indiretamente direcionados aos partidos, agentes políticos, candidatos ou não, tanto na versão impressa quanto na internet.