Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

13/02/2011 6:00

Cocal Alimentos: da safra quase perdida, nasceu a empresa

Jornalista e produtor cultural

Empreendedor é aquele que, quando tudo parece perdido, localiza na crise a oportunidade de saltar em direção à prosperidade. Assim aconteceu com José Henrique Guimarães e seu pai, Alfredo Guimarães, no fim da década de 60, quando uma safra dada por perdida foi o pretexto para dar a volta por cima e iniciar, em 1970, a empresa Cocal Cereais, que se tornou referência do setor na região.

Alfredo Guimarães filho (esquerda) apostou na ideia do filho, Eduardo Henrique, na virada da década de 60

O que poderia ser a derrocada de um empreendimento e de um sonho transformou-se no embrião para uma empresa de sucesso. O jovem José Henrique, em uma fazenda no município de Prata, resolveu, em 1969, fazer um financiamento no banco para investir no aumento da sua produção de arroz. Na época, seu pai, Alfredo Guimarães Filho, não só o incentivou como foi o seu avalista. Com o empréstimo garantido, era hora de plantar e esperar pela colheita. Mas José Henrique não contava que a sua plantação fosse atacada pela brusone, uma doença típica dos arrozais. Com a safra comprometida e uma dívida bancária para ser paga, o empreendedor não poderia cruzar os braços e se perder em lamentações. Decidiu vir para Uberlândia e beneficiar o arroz que conseguira salvar. 

Foi então que percebeu que o beneficiamento de arroz poderia ser um bom negócio. Não titubear diante daquela grande adversidade rendeu-lhe frutos: conseguiu o parcelamento da dívida no banco, mudou-se para Uberlândia e encontrou no pai não só o apoio para a sua iniciativa empreendedora, como ganhou nele o parceiro para a nova empreitada, dando início à sociedade entre um jovem obstinado e um pai experiente e convicto de suas ideias.

E foi assim, superando desafios e enxergando oportunidades em meio a uma grande dificuldade, que em junho de 1970 nasceu, em Uberlândia, a Cocal Cereais. Desde então, a empresa não parou de crescer.  Ganhou mercado, conquistou o paladar dos consumidores e expandiu os negócios. No fim da década de 1990, a empresa inaugurou sua primeira filial, também em Uberlândia, focada na produção de cestas de alimentos destinadas a atender às empresas públicas e às privadas de todo o país e, há dez anos, iniciou suas atividades no setor de transportes, levando soja, farelo, milho e adubos para todo o Brasil.

Grupo planeja expansão para Centro Oeste

A Cocal Alimentos, que completou 40 anos em 2010, é hoje um dos principais fornecedores de arroz de Minas Gerais, da Bahia e do Piauí.  Com sede em Uberlândia, a empresa prospecta uma fase de expansão, possivelmente para ainda este ano: implantar uma filial de beneficiamento de arroz na região Centro-Oeste do país, focando inicialmente o sul de Goiás. A projeção de crescimento para 2012 chega a 30%, segundo os seus diretores.

Segundo o diretor Eduardo Henrique Guimarães, com a abertura de uma nova praça, haverá um incremento nas vendas. “Acreditamos em um crescimento em torno de 10% para o primeiro ano com projeção para mais 20% para o ano seguinte”, afirmou.

Com a abertura da filial no ramo de beneficiamento de arroz, além da expansão no segmento, a empresa aposta também num aumento nas vendas da filial de cestas de alimentos e feijão. Como aliado, a empresa conta com o paladar do brasileiro. “Toda a população consome arroz, seja classe A, B, C ou D. A maioria utiliza o tipo 1 e, dentro desta classe de arroz, temos o premium e o tradicional”, disse Julise Ferreira, gerente de marketing.

De acordo com Eduardo Guimarães, o segredo para se manter no mercado há tanto tempo é a diversificação de serviços e produtos do grupo, o que criou oportunidades de crescimento em setores diretamente ligados ao beneficiamento de arroz, ou seja, serviços que inicialmente eram dependentes da matriz hoje são autossustentáveis. “A Cocal é uma empresa antenada às mudanças de mercado e seus idealizadores são 100% atuantes no que diz respeito à compra de matéria-prima e administração do negócio. Uma frase muito dita pelo fundador da empresa é que: ‘O segredo de uma venda saudável está em uma compra benfeita’. Outro fator importante é o compromisso e a capacidade profissional de nossos colaboradores, que sempre acreditaram no sucesso do trabalho em grupo e não em qualificações individuais”, afirmou o diretor.

Saiba mais sobre a Cocal Alimentos

O nome “Cocal” surgiu em homenagem a um afluente do rio “Cocal” que passa pela fazenda dos fundadores, no município de Prata-MG

Empresa produz mensalmente cerca de 100 mil fardos de arroz e 15 mil de feijão

Possui mix de produtos em arroz e feijão da Cocal varia de tipo 1 a tipo 5. A empresa tem produtos que se destacam, como o Agulhinha e o Miri Extra

Gera 732 empregos diretos

Tem frota de 400 conjuntos bitrens

Tem filiais nos Estados de MG, GO, SP, MT, BA e TO, além de dois armazéns gerais, um em Rondonópolis, MT, e outro, recentemente inaugurado, em Luis Eduardo Magalhães, na BA.

Projetos de responsabilidade social

Cocal Miri na Escola, realizado na rede pública de ensino de Uberlândia, estimula uma convivência mais humanizada entre alunos, pais, professores e a própria instituição.

Parceria com instituto Virtus, para o resgate da autoestima e a inclusão social de portadores de necessidades especiais.

Amigo da Cura, do Hospital do Câncer de Uberlândia, tem por objetivo engajar outras empresas em favor da cura do câncer.

Vida e Vôlei, com outras marcas, patrocina as equipes de voleibol masculino e feminino de Uberlândia

Linha do tempo

1970 Nasce a Cocal Cereais, em Uberlândia.

1997 Empresa inaugura a sua primeira filial

2001 Empresa inicia atividades no setor de transporte de soja, farelo, milho e adubos para todo o Brasil

2002 Empresa investe equipamentos, passando a contar o beneficiamento de arroz totalmente computadorizado

2010 Empresa comemora 40 anos

Comentários (4)

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. gilberto pinheiro arrais disse:16/04/11 11:10

    gostaria de vender seus produtos aqui no piauí, contato 86 9987-9606

    Responder
  2. antonio alves barros disse:24/04/12 15:21

    gostaria de representar seu arroz aqui em brasilia pois nao tem ele aqui em brasilia acridito no potencial desse arroz sou vendedor a 20 anos gostaria de fazer a representaçao do produto aqui em brasilia agradeço de ja .antonio meu fone 061 85103366.para contato.tenho veiculo para trabalhar.

    Responder
  3. Beatriz soares ferreira disse:15/02/14 2:20

    comprei um pacote de arroz cocal mirim, quando eu fu fazer estava fedendo muito joguei o arroz todo fora.

    Responder
  4. adalberto disse:15/02/14 15:25

    Meus parabéns…

    Responder