Cidade e Região

Notícias de interesse geral de Uberlândia e região.

17/10/2013 12:21

Entidades e empresas realizam ações de conscientização sobre o câncer de mama

Repórter

Em Uberlândia, entidades e empresas aderiram à campanha mundial Outubro Rosa, que destaca a importância da prevenção do câncer de mama, com a realização de palestras e caminhadas para conscientizar sobre o tema. Divulgação para os funcionários por meio de fôlderes sobre a doença também está entre as iniciativas que serão mostradas hoje na terceira reportagem da série que o CORREIO de Uberlândia publica nesta semana como parte da ação de apoio à campanha, que também conta com a veiculação do cabeçalho do jornal em cor-de-rosa.

Uma das entidades que reforçam a campanha na cidade é o Sesc Uberlândia, que começou a atividade de conscientização no último dia 8 com palestra para 180 alunos de 13 e 14 anos na Escola Estadual Seis de Junho. A próxima palestra está marcada para o dia 23 com funcionários de uma empresa da cidade e, no dia 25, serão feitas orientações sobre a prevenção e o autoexame no próprio Sesc em evento aberto à comunidade.

Patrícia Souza afirmou que o grupo Sankhia tem mobilizado seus funcionários com palestras (Foto: Marcos Ribeiro)

Patrícia Souza afirmou que o grupo Sankhia tem mobilizado seus funcionários com palestras (Foto: Marcos Ribeiro)

No Sesc, segundo a analista de saúde da entidade na cidade, Carla Silva Evangelista, também serão recebidas até o dia 31, das 7h às 21h, doações de lenços, chapéus, bonés e fraldas infantis e geriátricas para os pacientes que fazem o tratamento contra o câncer de mama. E além destas ações, a unidade vai promover no dia 26 uma caminhada em prol da luta contra a doença, que terá largada na praça Jacy de Assis, às 8h30, e terminará na praça Tubal Vilela, ambas no Centro.

Também no apoio à campanha, o grupo Sankhia tem mobilizado seus funcionários com palestras, e-mails sobre a importância de se fazer o exame da mamografia, banners e fôlderes explicativos sobre os sintomas da doença e a necessidade do autoexame. “A campanha é voltada tanto para homens quanto para mulheres, porque os homens podem ajudar na conscientização das mães, esposas e namoradas”, disse Patrícia Souza, gerente de recursos humanos do grupo cujos prédios estão com as fachadas iluminadas por luz na cor rosa.

Grupo Luta pela Vida fará evento

Para mobilizar os moradores de Uberlândia na campanha Outubro Rosa contra o câncer de mama, o grupo Luta pela Vida, do Hospital do Câncer, realizará uma caminhada aberta à comunidade, no próximo sábado (19), às 8h30. O evento acontecerá no Parque do Sabiá, no bairro Tibery, zona leste, com a parceria de uma academia feminina.

“O grupo Luta Pela Vida também confecciona perucas e próteses durante todo o ano para as pacientes do Hospital do Câncer que estão em tratamento do câncer, pois a luta é diária”, disse o diretor administrativo do grupo, Daniel Antunes.

Algumas das pacientes do Hospital do Câncer também participam, até o dia 27, da mostra fotográfica “Lindas de Viver”, realizada para valorizar a beleza delas. O trabalho é do fotógrafo Mauro Marques em parceria com o Uberlândia Shopping.

Após se tratar, Empresária faz ação

Diretora e proprietária de uma das empresas em Uberlândia que aderiram à campanha Outubro Rosa contra o câncer de mama, a agência de publicidade Diferi, Andréa Machado iniciou a campanha “Se Toca” em 2010 com um motivo especial, já que ela mesma enfrentou a doença. Andréa Machado fez a cirurgia para retirada do nódulo em julho de 2009 e, em seguida, deu início ao tratamento, que já terminou e hoje ela faz exames de controle.

“É muito importante que as empresas façam este trabalho, pois lembram aos funcionários e seus familiares sobre os exames preventivos. Com eles, as mulheres podem se livrar de uma experiência bastante traumática”, disse Andréa Machado. Entre as ações de conscientização sobre a doença, a agência criou o site www.setoca.com.br, com depoimentos de pacientes e relatos médicos sobre o assunto.

Comentários 1

Ao enviar suas informações de registro, você indica que concorda com os Termos do serviço e leu e entendeu a Política de Privacidade do site do Correio de Uberlândia. Só serão liberados comentários cujos autores estejam identificados por nome e sobrenomes e que não contenham expressões chulas e/ou palavras de baixo calão.

 

  1. Anderson disse:17/10/13 13:01

    Se os direitos são iguais para homens e mulheres, não entendi esse papo de OUTUBRO ROSA e as diversas campanhas exclusivamente voltadas para a saúde da mulher. E olha que Isso ocorre o ano inteiro, até mesmo em novelas a questao da saude feminina é levantada frequentemente. Será que a saúde feminina é mais importante que a masculina ? ah que se pensar

    Se fosse o contrário, o sexo frágil já teria “chiado”, mas como não é, então ótimo para elas…

    Certas coisas nem da pra querer entender, só sei que a tal igualdade está cada vez mais longe de ocorrer. E percebo que quando a desigualdade é favorável a elas, fica por isso mesmo. Quando de alguma forma é o contrário, ai até a mídia faz questão de falar em desigualdade (do ponto de vista feminino é claro).

    Responder